Home / Destaque / “Encontro com as Fajãs” destaca locais de excelência e consciencializa para a necessidade de preservação (c/áudio)
“Encontro com as Fajãs” destaca locais de excelência e consciencializa para a necessidade de preservação (c/áudio)

“Encontro com as Fajãs” destaca locais de excelência e consciencializa para a necessidade de preservação (c/áudio)

As fajãs do concelho da Calheta estiveram em destaque este sábado no evento “Encontro com as Fajãs”, promovido pela autarquia calhetense. Mais de 300 pessoas marcaram presença neste encontro, que decorreu na Freguesia da Ribeira Seca, no Salão da Casa do Divino Espirito Santo, onde foi lançada a marca “Calheta – Município Capital das Fajãs”.

Décio Pereira apresentou também um site lançado pela autarquia com toda a informação sobre as fajãs do concelho.

O autarca deixou ainda um alerta no que toca à preservação destes locais tão característicos.

Este foi um evento onde a as vivências do passado na fajã e a transição para o presente, sempre com os olhos postos no futuro, estiveram em destaque pelas palavras de Clímaco Ferreira da Cunha.

O “Encontro culminou com um jantar com produtos e pratos típicos das fajãs, onde não faltou a torta de lapas, a molha de fígado, os torresmos e a batata doce e o inhame.

Potenciar a classificação das Fajãs de S. Jorge como Reserva da Biosfera é tarefa de todos, afirma Neto Viveiros

Presente neste “Encontro com as Fajãs” esteve também o Secretário Regional da Agricultura e Ambiente que, na sua intervenção, afirmou que a recente classificação pela UNESCO, por unanimidade e aclamação, das Fajãs de S. Jorge como Reserva da Biosfera deve ser potenciada por todos, desde as entidades públicas às empresas, assim como pela população.

Nesse sentido, na intervenção que proferiu nesta iniciativa promovida pela Câmara Municipal da Calheta, Luís Neto Viveiros lançou um desafio para o aproveitamento de incentivos públicos, como os que existem nos Açores.

O Secretário Regional realçou ainda o envolvimento das duas autarquias jorgenses e das forças vivas de S. Jorge no processo de candidatura desencadeado pelo Governo dos Açores e que contribuiu para que fosse “coroado de êxito”.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top