Ultimas
Home / Saude / Enfermeiros devem coordenar tratamento de feridas nos hospitais e unidades de saúde, propõe Luís Cabral
Enfermeiros devem coordenar tratamento de feridas nos hospitais e unidades de saúde, propõe Luís Cabral

Enfermeiros devem coordenar tratamento de feridas nos hospitais e unidades de saúde, propõe Luís Cabral

O Secretário Regional da Saúde disse hoje que está a ser equacionada a hipótese de os enfermeiros ficarem responsáveis pelo tratamento de feridas nos hospitais e centros de saúde, “aproveitando os conhecimentos e a experiência que têm desenvolvido nesta matéria”.

Luís Cabral, que falava na cerimónia que assinalou o Dia Mundial do Enfermeiro, em Vila Franca do Campo, salientou que é uma classe profissional com uma diferenciação muito significativa nesta área, pelo que “se considera importante que essa diferenciação seja aproveitada na coordenação da atividade das salas de tratamento de feridas”.

O Secretário Regional da Saúde lembrou que estão a ser feitos vários trabalhos de investigação, publicados diversos estudos e lecionadas pós-graduações nesta área, como também têm sido evidentes os resultados conseguidos no Centro de Saúde do Nordeste no tratamento de feridas crónicas e no Centro de Saúde de Vila Franca do Campo no tratamento de úlceras por pressão.

Este trabalho, desenvolvido por enfermeiros, tem-se traduzido em benefícios para os utentes, uma vez que tem aumentado a taxa de cicatrização, como também em melhorias para o Serviço Regional de Saúde com a consequente redução de custos nos tratamentos.

No Hospital do Divino Espírito Santo também se iniciou recentemente um projeto de Consulta de Enfermagem de Reabilitação Funcional na Mastectomia e Esvaziamento Axilar, no pré e no pós-operatório, dando um caráter estruturado a uma tarefa que era já acompanhada por profissionais de enfermagem.

“Nos Açores, os enfermeiros têm um papel valorizado a diversos níveis, seja na sua atividade nas unidades de saúde, no terreno em ações de proximidade ou em cargos de chefia e direção”, reafirmou Luís Cabral.

“Quero, pois, deixar, neste Dia Mundial do Enfermeiro, uma mensagem de reconhecimento do Governo dos Açores pelo trabalho que prestam no Serviço Regional de Saúde, nas instituições particulares de solidariedade social e em serviços no âmbito da atividade privada, em prol da saúde dos açorinos”, frisou Luís Cabral.

GaCS

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top