“Espírito de iniciativa dos pescadores Açorianos deve ser valorizado”, defende Mário Tomé

“Projetos marítimo-turísticos e de aquicultura são dois exemplos de como se pode apostar no setor das pescas”, afirmou Mário Tomé, do Grupo Parlamentar do PS Açores, que esta quarta-feira participou no encontro dos deputados socialistas com a Associação das Mulheres de Pescadores e Armadores da Ilha Terceira.

“Há aqui bons indícios de haver alternativas à atividade especifica das pescas”, realçou o deputado socialista, no fim dos encontros com pescadores da Terceira. Mário Tomé defende que “o espírito de iniciativa dos pescadores Açorianos deve ser valorizado e incentivado”. Destacou também a aposta que está a ser feita na promoção de iniciativas alternativas à atividade mais tradicional da pesca, como por exemplo, em “projetos marítimo-turísticos que vêm promover mais rendimentos aos pescadores – o que é extremamente importante”, acrescentou.

A Associação das Mulheres de Pescadores e Armadores da Ilha Terceira “faz um trabalho notável”, garantiu Mário Tomé sublinhando, também, a importância do “projeto piloto que a Associação está a desenvolver com os filhos dos pescadores, a nível de formação e de desenvolvimento de competências”. No fim do encontro, o deputado enalteceu “o papel das mulheres na pesca” que, nem sempre é “reconhecido e valorizado”, admitiu.

“O Grupo Parlamentar do PS Açores vai prosseguir a promoção desta política de proximidade, que nos permite ouvir os principais agentes dos vários setores de atividade na Região, neste caso em concreto, no setor das pescas”.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta