Home / Politica / “Este Plano de Investimentos para 2015 reforça as transferências financeiras para a saúde nos Açores”, defendeu José San-Bento.
“Este Plano de Investimentos para 2015 reforça as transferências financeiras para a saúde nos Açores”, defendeu José San-Bento.

“Este Plano de Investimentos para 2015 reforça as transferências financeiras para a saúde nos Açores”, defendeu José San-Bento.

“Este não é, como a oposição tem tentado fazer passar, um Plano de austeridade para a saúde nos Açores. Isso é mentira. O Governo dos Açores está, em simultâneo, a reforçar financeiramente as transferências para o Serviço Regional de Saúde e a promover o aumento da sua produtividade”, defendeu José San-Bento. O Vice-Presidente do Grupo Parlamentar falava esta quarta-feira, no plenário regional, na cidade da Horta.

José San-Bento salientou o “grande esforço que tem sido feito no Sistema Regional de Saúde, com o investimento a atingir os 291 milhões de euros em 2015, o que significa um reforço de mais 15 milhões de euros face ao corrente ano; isto está 80 milhões de euros acima do orçamentado em 2012”.

Para o deputado socialista, “estamos numa trajetória de reforço do investimento no Sistema Regional de Saúde, que está a atingir o equilíbrio financeiro entre os custos e os proveitos, com as unidades hospitalares a darem também ultimamente sinais muito positivos”.

San-Bento considerou “absolutamente demagógico fazer um drama sobre as taxas moderadoras”, considerando que “não são cofinanciamentos, nem copagamentos” e destacando que o “regime de isenções retira mais de metade dos Açorianos do pagamento das taxas moderadoras”.

José San-Bento considera que as medidas anunciadas pelo Governo dos Açores para as listas de espera “estão a dar resultados”, destacando o “novo sistema informático de gestão das cirurgias e das listas de espera” e o “investimento no novo bloco operatório de pequenas cirurgias do Hospital de Ponta Delgada, que terá um grande efeito na redução destas listas de espera”.

O deputado socialista lembrou as dificuldades na fixação de médicos anestesistas nos Açores e o efeito que isso tem sobre as listas de espera, explicando que existem ofertas de emprego no estrangeiro muito vantajosas que estão a esvaziar Portugal destes especialistas, o que traz também graves constrangimentos ao funcionamento dos blocos operatórios dos Açores.

“O Governo dos Açores toma a opção política de reforçar a aposta no Sistema Regional de Saúde, com o objetivo de termos mais e melhor saúde para todos e é esse o compromisso que continuará a assumir perante todos os Açorianos”, frisou José San-Bento.

PS Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top