Açores

“Este Plano é um esforço acrescido de direcionar verbas para o investimento em 2015”, considera Vasco Cordeiro

“É importante salientar que este Plano de Investimentos para 2015 representa um esforço acrescido de direcionar verbas para o investimento, para que possamos ajudar a dar cada vez mais substância e concretização a um processo de ultrapassarmos esta fase de maior turbulência em que vivemos”, afirmou Vasco Cordeiro.

O Presidente do PS/Açores falava esta terça-feira, à entrada de uma sessão pública de esclarecimento sobre o Plano e Orçamento da Região para 2015, evento promovido pelo PS/S. Miguel.

 Para Vasco Cordeiro, pretende-se que este plano possa “constituir um instrumento de apoio às empresas, de apoio às famílias Açorianas, garantindo que a nossa Região continue a seguir um trajeto de recuperação” e que se “traduza também na melhoria das condições de funcionamento das empresas e das condições de vida dos Açorianos”.

Referindo-se à forma de funcionamento desta sessão pública, o Presidente do PS/Açores lembrou que esta é “uma prática que o PS já tem há largos anos; ainda o ano passado tivemos também a oportunidade de, no Concelho da Lagoa, realizar uma sessão desse tipo, que dá corpo às ideias com que o PS tem conduzido a sua governação na Região”.

Vasco Cordeiro enalteceu que o PS/Açores tenha sabido manter, ao longo dos anos, um “diálogo constante, construtivo, que permita recolher contributos para melhorar ainda mais a nossa ação; um diálogo que permita chamar a atenção para aspetos que possam ser aperfeiçoados e que necessitam de ser melhorados e nada melhor do que ouvir não apenas os militantes do PS, mas todos os interessados nesta matéria, que são bem-vindos a esta sessão e que podem dessa forma dar a sua opinião sobre a anteproposta de Plano para 2015”.

Esta forma de operar “não se esgota apenas naquilo que o PS enquanto estrutura partidária faz, mas é transversal a todas as entidades onde o PS tem presença”, defendeu o Presidente do PS/Açores.

“Previamente à elaboração desta proposta, o Governo Regional procedeu à audição dos parceiros sociais e de todos os partidos políticos, método adotado pelo próprio Grupo Parlamentar do PS, que já abriu um processo de auscultação dos parceiros sociais. Tudo isto é a concretização do diálogo e de um processo de auscultação das Açorianas e Açorianos. O PS irá, sobre estas propostas, apresentar as suas estratégias e, naturalmente, acolher, refletir e analisar aquilo que lhe é dito – os aspetos positivos, que entendem que devem conduzir num ou noutro sentido, ou melhorados ou aperfeiçoados”, assegurou Vasco Cordeiro.

PS Açores

Comment here