Home / Politica / Félix Rodrigues destaca: Isenção dos pagamentos à Segurança Social permite maior liquidez aos agricultores açorianos
Félix Rodrigues destaca: Isenção dos pagamentos à Segurança Social permite maior liquidez aos agricultores açorianos

Félix Rodrigues destaca: Isenção dos pagamentos à Segurança Social permite maior liquidez aos agricultores açorianos

O cabeça de lista da Coligação CDS-PP/PPM “Aliança Açores”, Félix Rodrigues, destacou, esta terça-feira, como “muito positiva” a medida anunciada pela Ministra da Agricultura, Assunção Cristas, de isentar temporariamente os pagamentos dos agricultores à Segurança Social, o que permitirá um aumento da liquidez das explorações agrícolas.

“Uma medida que era fundamental tomar para ajudar à liquidez das empresas agrícolas prendia-se com uma alteração ao regime contributivo dos agricultores, em sede de Segurança Social, e, os ministros do CDS, da Agricultura e da Segurança Social, Assunção Cristas e Luís Pedro Mota Soares, acabaram de chegar a um consenso, tendo sido já anunciado uma medida de isenção de contribuição para a segurança social temporária que visa ajudar os produtores de leite”, disse Félix Rodrigues.

Ora, salientou o candidato na coligação “Aliança Açores” este anúncio “é muito importante para fazer face à crise económica e financeira das nossas explorações”, frisando a importância do setor agrícola açoriano no contexto nacional, lembrando que os Açores são responsáveis por cerca de 30% da produção de leite e por cerca de 50% da produção de queijo do País, pelo que era “urgente encontrar soluções que ajudem a fazer face à falta de liquidez da maioria das empresas agrícolas açorianas”.

“Toda a gente sabe que no Governo de José Sócrates, o Ministro Jaime Silva, negociou, em Bruxelas, o fim do regime de quotas leiteiras e a consequência disso foi um impacto muito grande na maioria das ilhas, especialmente nas ilhas produtoras de leite e, neste momento, temos um excesso de oferta de leite no mercado o que levou a que os preços tenham baixado muito e as explorações não tenham liquidez. Muitas das empresas agrícolas dos Açores estão a entrar em falência”, alertou.

Félix Rodrigues lembrou que o Conselho de Ministro da União Europeia aprovou, a semana passada, um pacote extraordinário de apoio de 500 milhões de euros para ajudar os produtores agrícolas europeus a fazer face à crise provocada pelo fim do regime de quotas, defendendo que, “dada a importância dos Açores no contexto da produção de leite e de queijo de Portugal, a Região tem que conseguir uma quota-parte significativa do dinheiro que virá para Portugal”.

Assim, concluiu, “a Região e a República têm que se colocar rapidamente em sintonia, porque os Açores têm que receber parte deste dinheiro, eventualmente, até metade da verba que seja consignada a Portugal deve vir para os produtores agrícolas açorianos”.

GI “Aliança Açores”/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top