Home / Açores / Governo assume tarefa de estender clima de confiança e esperança a toda a Região, afirma Vasco Cordeiro
Governo assume tarefa de estender clima de confiança e esperança a toda a Região, afirma Vasco Cordeiro

Governo assume tarefa de estender clima de confiança e esperança a toda a Região, afirma Vasco Cordeiro

O Presidente do Governo afirmou que o Executivo quer estender a todas as ilhas dos Açores o clima de retoma da esperança e da confiança que já se faz sentir em virtude de um conjunto de medidas e políticas que foram implementadas na Região.

“Essa é uma tarefa que o Governo dos Açores assume também como sua e acreditamos que temos condições para que, de forma cada vez mais efetiva e mais forte, possamos estender esses efeitos a todas as ilhas da nossa Região”, frisou Vasco Cordeiro, que falava sexta-feira na inauguração da Feira Lar, Campo e Mar, em Ponta Delgada.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou que isso implica, porém, a consciência de que ainda existem valores que necessitam de muito trabalho para que possam ser melhorados, como é o caso do desemprego, uma situação que afeta ainda muitos Açorianos, mas que os dados recentes, embora com a possibilidade de flutuações, demonstram que a “parceria estabelecida entre as políticas públicas e a iniciativa privada tem conduzido a bons resultados”.

Vasco Cordeiro salientou que existe um conjunto de medidas e de passos que foram dados de grande relevância para a criação de condições para que seja possível ter um trabalho mais produtivo ao nível da economia açoriana e, por essa via, ao nível da criação de riqueza e de emprego na Região.

Nesse sentido, apontou o exemplo das negociações sobre o atual Quadro Comunitário de Apoio que, entre as suas várias componentes, ascende a cerca de 1.500 milhões de euros, um montante ligeiramente superior ao anterior quadro e que é significativo, sobretudo, num contexto nacional e europeu de restrição financeira e de dotação de fundos comunitários.

Vasco Cordeiro destacou, ainda, a construção de um novo sistema de incentivos – o Competir+ -, que é o mais generoso e abrangente do país, assim com a redução dos impostos que se operou nos Açores.

O Presidente do Governo salientou, também, o novo regime de acessibilidades aéreas à Região, um processo que lamentou que “tenha levado tanto tempo e não tenha produzido mais cedo os resultados que, efetivamente, estão já à prova que pode produzir”.

“Se é certo que todos estes mecanismos se destinam a criar condições para melhorar a nossa economia, também há um dado que o Governo procura nunca esquecer: só isso não resolve nada”, afirmou, salientando o contributo dos empresários para que, efetivamente, se produzam resultados como ainda recentemente se verificou em relação à taxa de desemprego.

“Estes resultados ao nível do desemprego não são fruto apenas do trabalho das políticas públicas, eles são fruto, também, do contributo que os empresários trazem para a nossa economia”, referiu Vasco Cordeiro, recordando que os Açores são a única Região do país que, em relação ao último trimestre, diminuiu a taxa de desemprego, assim como a Região que, em relação ao trimestre homólogo, registou a descida da taxa de desemprego mais acentuada.

“É necessário que encaremos estes valores com coerência. Não é possível às segundas, quartas e sextas dizer que a Região vive o caos e a desgraça e, às terças, quintas e sábados, dizer que os sinais de melhoria já estavam previstos”, frisou Vasco Cordeiro.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top