Governo dos Açores adjudica ampliação do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha, no Pico

A Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente, através da Direção Regional do Ambiente, adjudicou, por cerca de 117 mil euros, a empreitada de recuperação e remodelação de um armazém de pedra tradicional no complexo do Lajido de Santa Luzia, na ilha do Pico, à empresa Rui A.S. Pereira Unipessoal, Lda..

Esta empreitada, com um prazo de execução de quatro meses, prevê a reabilitação do antigo armazém, mantendo a fachada original, com o objetivo de criar um centro de visitas, uma área de mostra e prova de vinhos e um espaço para a nova exposição dedicada à Paisagem da Cultura da Vinha.

A intervenção prevê, ainda, a manutenção de um lagar existente e o restauro de algumas pipas, a integrar na exposição e na organização do novo espaço que visa dar resposta ao significativo aumento de turistas que visitam o Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha.

Este Centro de Interpretação encontra-se instalado num edifício de características solarengas, situado num dos núcleos mais peculiares da Paisagem Protegida da Cultura da Vinha, o Lajido de Santa Luzia, onde coexiste com a Sede do Serviço de Ambiente e do Parque Natural do Pico.

A Paisagem Protegida da Cultura da Vinha da Ilha do Pico foi criada em 1996 com o propósito de conter o progressivo desaparecimento dos sistemas tradicionais de utilização do solo, que ameaçava a identidade da paisagem, e de salvaguardar os respetivos valores naturais, paisagísticos e culturais, tendo, em 2004, sido classificada pela UNESCO como Património Mundial.

GaCS

Deixe uma resposta