Home / Açores / Governo dos Açores apoia agricultores a promover o bem-estar animal nas explorações
Governo dos Açores apoia agricultores a promover o bem-estar animal nas explorações

Governo dos Açores apoia agricultores a promover o bem-estar animal nas explorações

O Diretor Regional da Agricultura adiantou que o Governo dos Açores apoiou, em 2018, um total de 172 abates de emergência de bovinos em explorações localizadas em cinco ilhas do arquipélago, salvaguardando o bem-estar animal e minimizando os prejuízos dos agricultores.

“Estão em causa um conjunto de animais que, devido à sua debilidade e condição, feridos, com dor ou em sofrimento, não puderam ser transportados para os matadouros, tendo sido eutanasiados na própria exploração, cumprindo todos os princípios legais estabelecidos, ou seja, após uma avaliação clínica e com base na declaração do médico veterinário”, afirmou José Élio Ventura.

O Diretor Regional revelou ainda que os abates de emergência realizados no ano passado decorreram em 123 explorações, localizadas nas ilhas de São Miguel, Terceira, Graciosa, São Jorge e Flores.

“Deste modo, ficaram salvaguardadas as condições de bem-estar animal nos Açores, que são cada vez mais pertinentes na sociedade e determinantes do ponto de vista da estratégica de comunicação de vários operadores na Região, que trabalham com diferentes mercados”, salientou José Élio Ventura.

O Diretor Regional afirmou que os agricultores já foram compensados financeiramente pelos abates realizados, com um apoio que pode ser de 40 euros, se o animal tiver três a sete meses, ou de 100 euros, se tiver mais de sete meses de idade.

Desde de 16 de outubro de 2018 que está em vigor nos Açores a portaria que regulamenta os abates de emergência nas explorações, que resultou de um trabalho técnico dos Serviços de Veterinária, da estreita articulação com os produtores e com as suas associações representativas.

O Diretor Regional da Agricultura frisou que os animais abatidos no âmbito desta portaria não se destinam ao consumo público.

O Governo Regional continua fortemente empenhado e a trabalhar para melhorar ainda mais a área do bem-estar animal, da sanidade e da qualidade da carne, nomeadamente através do investimento de 15 milhões de euros na modernização da rede regional de abate e da sua certificação com a norma da qualidade e segurança alimentar, para responder às exigências dos mercados, dos consumidores e dos clientes dos matadouros.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top