Home / Açores / Governo dos Açores apresenta Gabinete de Representação em Bruxelas a 31 de março
Governo dos Açores apresenta Gabinete de Representação em Bruxelas a 31 de março

Governo dos Açores apresenta Gabinete de Representação em Bruxelas a 31 de março

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas anunciou hoje, na Assembleia Legislativa, na Horta, que a apresentação do Gabinete de Representação dos Açores em Bruxelas decorrerá a 31 de março, na capital belga.

Rui Bettencourt, que falava no debate das propostas de Plano e Orçamento para 2017, sublinhou que este Gabinete terá como missão central “reforçar a capacidade de intervenção dos Açores na defesa dos seus interesses” através de uma maior proximidade com as principais instituições e organismos da União Europeia, bem como de outras entidades, como é o caso dos organismos inter-regionais, instituições públicas e privadas e demais representações de outras Regiões e Estados.

“Esse Gabinete, que desenvolverá desde logo sinergias com a representação da Região Autónoma da Madeira, estará também ao dispor das entidades e organismos da sociedade civil açoriana para a procura das soluções e promoção dos seus interesses em Bruxelas”, frisou.

Relativamente às questões europeias, o governante destacou a “participação dinâmica” dos Açores no Memorando que será entregue ao Presidente da Comissão Europeia, em conjunto com as outras Regiões Ultraperiféricas, no Fórum das RUP, que terá lugar em Bruxelas, a 30 e 31 de março.

Um documento que, segundo Rui Bettencourt, pretende “consolidar e reforçar os dispositivos já existentes em prol destas regiões”, visando adaptar os programas e iniciativas europeias de que ainda não beneficiam às especificidades das RUP e ainda “fazer evoluir as políticas para as Regiões Ultraperiféricas através da criação de instrumentos específicos em vários setores”.

Por outro lado, Rui Bettencourt relevou o programa ‘Cidadania Europeia’, que pretende mobilizar as pessoas para as questões europeias e “levar a Europa a milhares de Açorianos, desde os jovens nas escolas aos adultos”.

O programa é constituído por conferências, onde serão debatidos temas como o futuro da Europa, as estratégias europeias de inovação, as novas centralidades dos Açores ou a ultraperiferia, além de concursos multimédia, teatro com figuras europeias e jogos lúdico-pedagógicos nas escolas, contos europeus nas bibliotecas ou ainda a comemoração do Dia da Europa que, este ano, será no Corvo, “num inédito envolvimento da população corvina”.

Na área da cooperação externa, o Secretário Regional salientou a implementação do Conselho Açoriano para a Internacionalização, órgão consultivo que tem como objetivo central “a organização de sinergias para a promoção externa dos Açores”, junto de todos os que estão nela implicados, e a “organização de estratégias que visem desencadear e aprofundar a internacionalização da sociedade açoriana em todas as suas dimensões”.

“Nesta organização de sinergias e neste despoletar de uma vocação de internacionalização dos Açores, compete ao Governo a assunção de um papel de estratega, de impulsionador, de fazedor de politicas, deixando, naturalmente, às empresas e à sociedade civil organizada o desempenho do papel que lhes incumbe”, afirmou o titular da pasta das Relações Externas.

O Secretário Regional destacou ainda “uma outra dimensão da nossa ação externa”, que tem a ver com a valorização da diáspora, com a promoção da Açorianidade e da identidade cultural açoriana e com a interculturalidade, implicando a juventude nesse processo que se desenvolverá em duas frentes distintas.

Em matéria de migrações, continuará a ser apoiada a inclusão e a intervenção social do emigrado e do regressado, promovendo a sua integração no país de acolhimento, e também prosseguirá a cooperação com as organizações da diáspora, como é o caso das Casas dos Açores.

Rui Bettencourt frisou que “a estratégia central é apelar à implicação dos jovens Açorianos no mundo para participarem no nosso projeto”, incentivando o potencial que resulta do facto de existirem mais de um milhão de açorianos na diáspora.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top