Home / Açores / Governo dos Açores convida Regiões Ultraperiféricas a associarem-se ao Azores International Research Center
Governo dos Açores convida Regiões Ultraperiféricas a associarem-se ao Azores International Research Center

Governo dos Açores convida Regiões Ultraperiféricas a associarem-se ao Azores International Research Center

O Governo dos Açores convidou hoje as Regiões Ultraperiféricas (RUP) da União Europeia, as suas instituições de investigação e de excelência nas áreas do mar, do ambiente e aeroespaciais a associarem-se à criação do Azores International Research Center, que deverá ser formalizado em 2017.

“A complementaridade no trabalho desenvolvido e nas infraestruturas existentes, assim como a reciprocidade de interesses em desenvolvermos o Atlântico como centro do conhecimento, aconselha-nos a um trabalho conjunto e em rede para tirarmos partido de todas as nossas potencialidades”, afirmou Rodrigo Oliveira, que falava, em representação do Presidente do Governo, na abertura oficial da XXI Conferência dos Presidentes das RUP, no Funchal.

Rodrigo Oliveira frisou que “a excelência do trabalho desenvolvido em diversas RUP na área da investigação e tecnologias de última geração, como na astrofísica e astronomia nas Canárias ou as tecnologias espaciais na Guiana, deve ser visto numa perspetiva de conjunto e em articulação”.

Na sua intervenção, defendeu que, “na era da globalização e num tempo em que a Europa procura manter a sua influência e a sua competitividade mundial”, as RUP, com o contributo decisivo da União Europeia e a par do indispensável apoio às produções tradicionais, devem “apostar em setores promissores, na inovação e na ciência, no desenvolvimento de novas tecnologias e no conhecimento”.

“É precisamente o que estamos a fazer nos Açores, entre outros, através do projeto Azores International Research Center, um centro de investigação internacional no centro do Atlântico em áreas como as ciências dos oceanos, as alterações climáticas, o uso de tecnologias espaciais e a análise de riscos naturais e que terá, para além da sua componente científica de excelência, uma importante dimensão ligada à exploração económica e de novos negócios”, afirmou.

Ainda num contexto de cooperação entre as RUP, o Subsecretário Regional salientou que, numa altura em que se aproxima a preparação do próximo quadro europeu, “o Gabinete de Representação dos Açores e da Madeira em Bruxelas permitirá renovar e melhorar a capacidade de intervenção não apenas dos Açores e da Madeira, mas de todas as Regiões Ultraperiféricas”.

Para o Subsecretário Regional, “a cooperação entre as RUP, o trabalho permanente, articulado e solidário que levamos a cabo através desta Conferência é, efetivamente, de grande importância para o presente e para o futuro de cada uma das nossas regiões, ainda mais num contexto de claro retrocesso do projeto europeu e dos seus valores, como a coesão e a solidariedade”.

“É por esta Europa unida e diversa, solidária e aberta ao mundo que trabalhamos diariamente, é este o compromisso que renovamos anualmente na Conferência dos Presidentes das Regiões Ultraperiféricas”, afirmou Rodrigo Oliveira.

“Estamos, pois, empenhados em otimizar o potencial de cada uma das nossas Regiões e não nos esquecemos que é, precisamente, o estatuto jurídico e político de Região Ultraperiférica que legitima as nossas pretensões e que alicerça que as regras, políticas e programas europeus são adaptados à nossa realidade única”, acrescentou o Subsecretário Regional.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top