Governo dos Açores disponível para criar novas Comissões Técnicas de Acompanhamento para a Classificação de leite, afirma João Ponte

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas considera que, da parte do Governo Regional, nomeadamente da Secretaria de que é titular e do IAMA – Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas, a disponibilidade para criar Comissões Técnicas de Acompanhamento para a Classificação de leite “é total, se essa for a vontade dos intervenientes no sector em cada ilha”, tal como referiu.

João Ponte falava aos jornalistas após ser ouvido hoje em Ponta Delgada pela Comissão de Economia da Assembleia Legislativa no âmbito do Projeto de Resolução do CDS-PP sobre esta matéria.

O Secretário Regional afirmou que a constituição de Comissões Técnicas de Acompanhamento para a Classificação de leite nas restantes ilhas dos Açores, para além das existentes em São Miguel e na Terceira, “não é obrigatória e depende da vontade dos intervenientes em cada ilha e das respetivas circunstâncias”.

João Ponte acrescentou que, “mais importante do que garantir uma uniformização das penalizações aplicadas a comportamentos fraudulentos (como a presença no leite de água/inibidores/conservantes), como pretende o CDS, é assegurar soluções adequadas, ainda que distintas, à realidade da produção de leite e lacticínios em cada ilha, devidamente consensualizadas com os intervenientes do setor e no respeito da legislação em vigor”.

Recorde-se que este assunto foi levado ao plenário de fevereiro pelo CDS-PP Açores, onde a deputada eleita por São Jorge, Catarina Cabeceiras, considerou que o facto de não haver Comissões Técnicas de Acompanhamento para a Classificação de leite em São Jorge estava a prejudicar os produtores da ilha, nomeadamente através das penalizações aplicadas aos produtores que são de 100 pontos, enquanto na Terceira e em São Miguel são mais baixas.

Ora, também entrevistado pela RL Açores, na altura e no seguimento desta notícia, o presidente da Associação de Agricultores da Ilha de São Jorge, João Sequeira, revelou que estava tudo a ser tratado para que fosse criada na ilha a dita Comissão Técnica de Acompanhamento do Leite, algo pedido pela Associação já há alguns meses.

GaCS/LA/RL Açores

Deixe uma resposta