Açores

Governo dos Açores empenhado na promoção do envelhecimento ativo, afirma Andreia Cardoso


A Secretária Regional da Solidariedade Social assegurou hoje, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores “está ciente das necessidades criadas pela alteração do paradigma do envelhecimento”, pelo que tendo vindo a desenvolver todos os esforços para assegurar que, quer os sistemas de saúde, quer os sistemas sociais, “respondam eficazmente aos anseios da comunidade sénior”.

Nesse sentido, foi alargado, no âmbito do Plano Regional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género, a inclusão dos idosos como um dos públicos a trabalhar nas ações preventivas, frisou Andreia Cardoso, na sessão de abertura no seminário ‘O Cuidar da Pessoa Idosa’.

A Secretária Regional salientou, por outro lado, que foi expandida “a Rede de Cuidados Continuados a toda a Região, em estreita articulação entre a Saúde e a Solidariedade Social, entre o Sistema Regional de Saúde, as IPSS e as Misericórdias”.

Recentemente, de acordo com a governante, foi também apresentado o Programa Regional de Reestruturação dos Serviços de Apoio Domiciliário e Apoio aos Cuidadores, que assenta na reorganização progressiva do Serviço de Apoio ao Domicílio na Região, apetrechando aqueles serviços com uma melhor capacidade de resposta e na elaboração de um plano de apoio direto aos cuidadores.

Para Andreia Cardoso, toda esta orgânica se baseia “na cooperação interinstitucional, não apenas numa lógica de otimização ou sustentabilidade, mas num claro reconhecimento do papel fundamental que todas as instituições desempenham na oferta de respostas sociais aos Açorianos”.

Não descurando a relevância das instituições, a Secretária Regional frisou que “o Governo dos Açores está particularmente consciente da relevância e da exigência do papel do cuidador”.

“É, na maioria dos casos, o seu sacrifício pessoal que permite manter os idosos nas suas comunidades de origem, junto daqueles de quem mais gostam, e no conforto das suas casas”, salientou.

“É precisamente por estes heróis do dia-a-dia que, apesar da exigência de uma vida profissional e familiar, encontram energia e dedicação para garantir o melhor cuidado aos seus ascendentes e dependentes, não raras vezes, sem pensar nas suas próprias necessidades, que desenvolvemos o programa”, sublinhou Andreia Cardoso, destacando a relevância da partilha de experiências e de boas práticas.

GaCS/RL Açores

Comment here