Home / Açores / Governo dos Açores inicia operação concertada de combate às térmitas nas ilhas do Pico e São Jorge em 2019
Governo dos Açores inicia operação concertada de combate às térmitas nas ilhas do Pico e São Jorge em 2019

Governo dos Açores inicia operação concertada de combate às térmitas nas ilhas do Pico e São Jorge em 2019

A Secretária Regional da Solidariedade Social anunciou hoje, em Angra do Heroísmo, que o Governo dos Açores vai dar início à intervenção concertada de combate à praga das térmitas nas ilhas do Pico e de São Jorge no primeiro semestre de 2019.

Os trabalhos, promovidos pelas direções regionais da Habitação e do Ambiente, em parceria com as autarquias locais, “têm início no primeiro semestre de 2019 e irão abranger cerca de 40 casas”, revelou Andreia Cardoso à margem de uma cerimónia de atribuição de apoios à recuperação de habitação degradada.

“Através de um estudo realizado pela Universidade dos Açores foi possível concluir que é possível controlar a praga das térmitas nas ilhas onde esta ainda não atingiu grandes proporções e está relativamente confinada a áreas pontuais, nomeadamente Santa Maria, São Jorge e Pico”, salientou a Secretária Regional, adiantando que a opinião dos especialistas é que, “até ao momento, a evolução e, portanto, o que resulta das intervenções desenvolvidas, tem sido positiva.”

De acordo com Andreia Cardoso, foi feito o levantamento de todas as habitações em que seria necessário intervir, desenvolvidas ações de sensibilização e “o Governo dos Açores está agora a ultimar os pormenores no sentido de, em colaboração com as câmaras municipais, proceder à contratação das empresas e, desse modo, dar início à operação de combate.”

Em ilhas como São Miguel, Terceira e Faial, o Governo dos Açores tem agido por via da atribuição de apoios individuais à recuperação dos danos nas habitações que tenham sido infestadas por térmitas, aos quais todos se podem candidatar através da Direção Regional da Habitação.

No âmbito da visita que o Governo dos Açores iniciou hoje à ilha Terceira serão atribuídos apoios à recuperação de habitação degradada num montante de cerca de 350 mil euros a mais de 30 famílias dos concelhos de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória, que beneficiarão as condições habitacionais de quase 70 pessoas.

 

GaCS/RL Açores

 

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top