Governo dos Açores investe na requalificação de zonas costeiras em várias ilhas do arquipélago

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou hoje, no Faial, a importância do investimento na proteção e requalificação das zonas costeiras e ribeirinhas das ilhas dos Açores, na medida em que garante o seu uso “em segurança” por residentes e visitantes, potenciando o turismo costeiro e marítimo.

Gui Menezes, que falava à margem de uma visita às obras de requalificação do acesso pedonal ao Porto do Salão, salientou que a intervenção permite “a valorização desta zona balnear”, acrescentando que teve em conta “o reforço da segurança das pessoas que usufruem” do local.

O Secretário Regional referiu que as obras, que terminaram no início do ano, num investimento superior a 185 mil euros, permitiram reabilitar o acesso existente, “mantendo-o pedonal, não descaraterizando a paisagem envolvente”.

A empreitada, prevista na Carta Regional de Obras Públicas, consistiu na construção de um passadiço com guardas do lado da falésia e de um muro de vedação, bem como na recuperação das escadas de acesso.

Gui Menezes destacou ainda vários investimentos levados a cabo este ano pelo Governo dos Açores, num valor superior a 120 mil euros, que “contribuem para a requalificação de diversas zonas costeiras com interesse balnear e turístico em várias ilhas”.

Nesse sentido, apontou as obras de requalificação no ilhéu de Vila Franca do Campo, na Praia de Ribeira Quente, em São Vicente Ferreira, em Santo António e na Ferraria, na ilha de São Miguel, e em São Lourenço e na Maia, na ilha de Santa Maria.

O Secretário Regional frisou ainda que até ao final do ano terá início a obra de proteção costeira de Rabo de Peixe, na costa norte de São Miguel, adiantando que os procedimentos concursais para a empreitada estão a decorrer.

Segundo Gui Menezes, esta é “uma intervenção de maior vulto”, no valor de 3,3 milhões de euros, que tem como objetivo “salvaguardar pessoas e bens numa zona crítica” de Rabo de Peixe.

 

GaCS/RL Açores

 

Deixe uma resposta