Governo dos Açores investiu 1,3 ME no apoio ao associativismo juvenil, revela Isabel Rodrigues

A Secretária Regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares destacou a atenção que o movimento associativo juvenil tem merecido da parte do Governo dos Açores, salientando o papel das associações nas respostas aos desafios que se colocam.

“Nós acreditamos vivamente que a capacidade agregadora das associações, associada à criatividade, à energia e à irreverência da juventude, nos ajudam a construir respostas inovadoras para os desafios que temos que enfrentar”, afirmou Isabel Rodrigues, que falava sexta-feira, na inauguração da sede da Associação UnoJovens de Ponta Garça, em Vila Franca do Campo.

Na sua intervenção, Isabel Rodrigues revelou que nesta legislatura, “só em apoio ao associativismo juvenil, o Governo dos Açores terá despendido cerca de 1,3 milhões de euros”.

A este investimento há que juntar os apoios criados no âmbito das políticas de juventude que contribuem para o desenvolvimento integral dos jovens e para a construção da sua autonomia, apoiando e promovendo a concretização de projetos de milhares de jovens em toda a Região.

“Nestes quatro anos, em políticas dirigidas especificamente à juventude, o Governo dos Açores investiu, e muito bem, cerca de nove milhões de euros”, sublinhou.

A Secretária Regional salientou, por isso, que “não poderíamos ter escolhido maneira mais feliz para assinalar o Dia Internacional da Juventude do que inaugurando as instalações da sede da Associação UnoJovens”.

“Desde logo, porque a associação, pelo trabalho que tem desempenhado na freguesia de Ponta Garça, e não só, tem hoje um lugar de destaque enquanto exemplo daquilo que pode ser, e é efetivamente, o movimento associativo juvenil e de como essa ação se reflete de maneira muito positiva na vida das comunidades e na vida da nossa Região”, afirmou.

A nova sede, integrada em parte do edifício recuperado da antiga escola básica e integrada da freguesia, resultou dos esforços da associação, da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo, que cedeu o edifício e mão de obra, e do Governo Regional, que financiou as obras de recuperação.

Numa referência ao Dia Internacional da Juventude, Isabel Rodrigues destacou a importância que os jovens têm na sociedade, salientando que “não são só o futuro, são já o presente”.

“Temos de trabalhar para eles, para lhes dar um presente que lhes permita, no futuro, serem cidadãos participantes, completos e realizados”, frisou.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta