Home / Açores / Governo dos Açores lança programa de formação para reforçar qualidade do apoio prestado aos idosos
Governo dos Açores lança programa de formação para reforçar qualidade do apoio prestado aos idosos

Governo dos Açores lança programa de formação para reforçar qualidade do apoio prestado aos idosos

O Governo dos Açores lançou hoje um programa de formação para cuidadores formais das instituições de apoio social da Região, um projeto que vai abranger nos próximos 12 meses cerca de 600 colaboradores e que pretende melhorar, cada vez mais, a qualidade do serviço prestado aos idosos.

“Estamos a dar início a um processo que não se esgota nesta formação, mas que pretende ser o ponto de partida para um processo que, ao longo dos próximos 12 meses, abrangerá cerca de 600 colaboradores de instituições em toda a Região”, afirmou o Presidente do Governo, em Santa Cruz, no arranque deste programa com cerca de 20 formandos das Santas Casas da Misericórdia da ilha Graciosa.

Num inquérito desenvolvido pela Direção Regional da Solidariedade Social uma das questões que diversas instituições desta área consideraram como uma das mais prementes foi a necessidade de formação e de qualificação dos seus recursos humanos.

Depois de salientar que a formação que hoje arrancou é reconhecida pela Direção Regional do Emprego e Formação Profissional, o que reforça as qualificações dos formandos, Vasco Cordeiro sublinhou que esta iniciativa permitirá criar as condições para que, cada vez mais, os idosos sejam servidos por pessoas com especial formação nos cuidados que prestam.

“O conjunto destes objetivos leva o Governo dos Açores a lançar este processo de formação, sem qualquer custo para as instituições, e que visa melhorar a qualidade do serviço prestado aos idosos, reforçar a qualificação dos recursos humanos que trabalham nestas instituições, dando, assim, cumprimento ao compromisso assumido pelo Governo”, disse.

Esta é mais “uma pedra neste edifício que tem sido construído de uma política dirigida quer às IPSS, quer aos nossos idosos”, destacou o Presidente do Governo, ao salientar as parcerias existentes com cerca de 250 instituições, que permitem disponibilizar mais de 700 valências de apoio social nas mais diversas áreas.

“Isso dá bem nota da importância do trabalho que estas instituições desenvolvem na Região, mas também deste trabalho de parceria que se estabelece com o Governo”, que destina cerca de 60 milhões de euros anuais a estes acordos de cooperação, afirmou Vasco Cordeiro.

Para além desta componente das parcerias, existe ainda um conjunto de medidas e de instrumentos, como é o Complemento Regional de Pensão, o apoio à aquisição de medicamentos por idosos (COMPAMID) e o Complemento de Abono de Família para Crianças Jovens.

Este conjunto de medidas – parcerias com instituições e medidas de apoio social – significam anualmente um investimento da parte pública de cerca de 90 milhões de euros, adiantou Vasco Cordeiro.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo anunciou, por outro lado, que está já em curso o trabalho de definição de uma estratégia dirigida ao cuidador informal, que pretende garantir um apoio estruturado a todos aqueles que cuidam e apoiam os idosos e pessoas dependentes.

O conjunto de todas estas medidas e políticas de apoio social traduz-se no “cumprimento de um dever de solidariedade entre gerações”, frisou Vasco Cordeiro.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top