Governo dos Açores “perdeu tempo” no combate às listas de espera, acusa o PSD

O PSD/Açores lamentou hoje o “tempo perdido” pelo governo regional na criação de um programa de combate às listas de espera cirúrgica, lembrando que os social-democratas apresentaram uma solução para o problema há mais de um ano.

“Congratulamo-nos com o anúncio feito ontem pelo secretário regional da Saúde de que o governo vai finalmente avançar com um programa de produção cirúrgica adicional fora do horário normal de trabalho. Mais vale tarde do que nunca”, afirmou o deputado social-democrata Luís Maurício.

O parlamentar social-democrata considerou “positiva” a intenção do secretário regional da Saúde, mas não deixou de assinalar os “prejuízos” causados ao bem-estar dos utentes pela “demora do governo em reconhecer que a resolução das listas de espera passa por um programa de produção cirúrgica adicional fora do horário normal de trabalho”.

“Milhares de açorianos esperam três ou quatro anos por uma intervenção cirúrgica. É uma pena que o governo regional não o tenha feito quando o PSD/Açores apresentou esta proposta em janeiro de 2014, mas ainda bem que o programa vai avançar, ajudando os açorianos que esperam por uma cirurgia”, salientou.

Luís Maurício acrescentou que, apesar do modelo a criar pelo governo do programa de combate às listas de espera “ser ainda desconhecido”, a proposta apresentada em 2014 pelo PSD/Açores estipulava um “tempo máximo de resposta de nove meses para as cirurgias menos urgentes e de 15 dias para as cirurgias urgentes”, admitindo que, neste último caso, o prazo possa ser reduzido para dez dias “em benefício dos utentes”.

GI PSD Açores/RL Açores

Deixe uma resposta