Home / Açores / Governo dos Açores procede este ano à selagem das lixeiras e aterros de quatro ilhas
Governo dos Açores procede este ano à selagem das lixeiras e aterros de quatro ilhas

Governo dos Açores procede este ano à selagem das lixeiras e aterros de quatro ilhas

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente anunciou este domingo, no Faial, que o Governo dos Açores vai proceder este ano à selagem das lixeiras e aterros de quatro ilhas do arquipélago, no âmbito das “opções políticas” tomadas em “matéria de gestão de resíduos” para a Região.

“As opções políticas tomadas pelo Governo dos Açores em matéria de gestão dos resíduos apontam para que a deposição de resíduos em aterro seja reduzida ao mínimo indispensável e que os atuais locais de deposição (lixeiras e aterros) sejam objeto de intervenções de selagem e recuperação paisagística”, afirmou Luís Neto Viveiros, que falava na inauguração do Centro de Processamento de Resíduos do Faial.

Nesse sentido, o Secretário Regional adiantou que se iniciam no próximo mês “as empreitadas de selagem das lixeiras das ilhas Graciosa e Flores e está previsto começar ainda este ano a selagem dos aterros de Santa Maria e do Corvo”.

“Também já estão concluídos os projetos de selagem das lixeiras de São Jorge e do aterro do Faial, devendo os procedimentos para a contratação das empreitadas ser lançados ainda este ano, de forma a que as obras se iniciem logo no começo de 2016”, revelou ainda o titular da pasta do Ambiente.

Para Luís Neto Viveiros, “este é um momento de viragem, em que somos protagonistas de uma mudança profunda, ao implementarmos uma das mais importantes reformas estruturais alguma vez feita nos Açores, e é com esta ambição transformadora que continuaremos a trilhar o caminho da sustentabilidade”.

Este é o caminho, afirmou, “que fará com que, em 2020, os Açores preparem para a reutilização e reciclagem, pelo menos, 50% dos resíduos urbanos, incluindo papel, cartão, plástico, vidro, metal, madeira e resíduos biodegradáveis”, acrescentando que “a quantidade de resíduos urbanos biodegradáveis destinados a aterro será reduzida para 33%”.

O Secretário Regional referiu ainda, a título de exemplo, que os Centros de Processamentos de Resíduos das Flores e da Graciosa já encaminham para valorização mais de 85% dos resíduos urbanos recebidos.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top