Home / Açores / Governo dos Açores promove formação para todas as CPCJ da Região até ao final do ano
Governo dos Açores promove formação para todas as CPCJ da Região até ao final do ano

Governo dos Açores promove formação para todas as CPCJ da Região até ao final do ano

A Secretária Regional da Solidariedade Social anunciou hoje, na Praia da Vitória, que o Comissariado dos Açores para a Infância vai dar início, em novembro e dezembro, a “um novo ciclo formativo” destinado aos membros das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) que integram a comissão restrita, bem como aos técnicos de apoio afetos às comissões.

“Estas formações, dedicadas ao tema ‘Princípios e Gestão da Intervenção das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens’, acontecerão em todas as ilhas da Região, abrangendo quase duas centenas de formandos, aos quais se pretende proporcionar a contínua aquisição e consolidação de conhecimentos e competências que qualifiquem a intervenção das comissões de proteção instaladas na Região”, salientou Andreia Cardoso.

A titular da pasta da Solidariedade Social, considerando que as redes de solidariedade e entreajuda são fundamentais no combate à exclusão social, frisou que o Governo dos Açores se dedicou “de modo muito particular e desde o início da legislatura, a atender às principais dificuldades identificadas pelos profissionais desta área”, procurando sempre “envolver os sistemas públicos de saúde, de serviço social, de educação e de emprego, na perspetiva de soluções consolidadas, quer na prevenção, quer na reabilitação”.

A Secretária Regional falava na inauguração das obras de requalificação do Lar de Infância e Juventude da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória, “um investimento integralmente suportado do ponto de vista financeiro pelo Governo dos Açores, no valor de 600 mil euros, que veio criar condições de instalação de qualidade e de conforto no apoio a esta faixa etária tão sensível, a 10 crianças e jovens”.

Na sua intervenção, Andreia Cardoso salientou a importância do investimento, frisando que a renovação deste equipamento responde a “uma necessidade efetiva da população deste concelho, criando as condições propícias a um bom desenvolvimento psicopedagógico e educacional das crianças desta comunidade”.

A Região, afirmou Andreia Cardoso, conta com uma “excelente rede de equipamentos sociais, sobretudo se a compararmos com o que já tivemos ou com a situação de outras regiões do país”.

Não obstante, recordou a necessidade de “continuar a aperfeiçoar o que temos”, evidenciando que a resposta agora inaugurada se insere “na organização das respostas que importa reforçar face a um dos públicos mais importantes e mais desprotegidos, que são as crianças e jovens, cujas condições de crescimento afetam muito significativamente a estabilidade das famílias e o desenvolvimento social”.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top