Governo dos Açores quer autarquias como parceiros ativos no desenvolvimento da Região

O Vice-Presidente do Governo dos Açores manifestou “toda a disponibilidade” do Executivo para analisar as propostas que hoje lhe foram apresentadas numa ronda de audições a parceiros sociais e partidos políticos com representação parlamentar sobre as antepropostas de Orçamento Regional e Plano Anual para 2015.

Sérgio Ávila, que acompanhou o Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, nessas audições, disse que a intenção “é contribuir para um documento o mais consensual possível”, no sentido de que “a concretização estratégia de desenvolvimento da Região seja participada e envolva todos os Açorianos”.

Nesse contexto, considerou “fundamental a envolvência das autarquias”, designadamente na concretização do Programa Operacional no âmbito do próximo período de programação comunitária 2014-2020, “de forma a que sejam parceiros ativos e construtivos nessa estratégia de desenvolvimento da Região”.

Segundo Sérgio Ávila, o Governo vai continuar a dedicar também especial atenção ao setor da Saúde, para o qual, segundo recordou, foram transferidas já verbas significativas nos orçamentos de 2013 e 2014.

“De acordo com dados recentemente divulgados, em 2013, com esse aumento de transferências, associado à poupança efetivamente gerada no Serviço Regional de Saúde, conseguiu-se que os três hospitais, bem como todo o Serviço Regional de Saúde, tivessem resultados operacionais equilibrados”, afirmou.

O Vice-Presidente do Governo frisou que “esse equilíbrio entre os proveitos e os custos” do Serviço Regional de Saúde “é o desígnio que se pretende para os próximos anos”.

GaCS

Deixe uma resposta