Governo dos Açores vai adquirir habitação para o Centro de Acolhimento Temporário da Casa de Providência de São José

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou esta quarta-feira, em S. Jorge, que o Governo dos Açores vai adquirir uma habitação para a instalação do Centro de Acolhimento Temporário e de Emergência da Casa de Providência de São José.

Piedade Lalanda salientou que esta aquisição, no valor de cerca de 250 mil euros, visa contribuir para a “melhoria das condições” deste centro e para o “desenvolvimento integral dos jovens residentes”, reforçando, por essa via, a sua “qualidade de vida”.

Nesse sentido, o Governo dos Açores celebrou, no âmbito da Visita Estatutária do Governo a S. Jorge, um protocolo de cooperação com esta instituição.

Na intervenção que proferiu na cerimónia, Piedade Lalanda salientou o trabalho desenvolvido pela Casa de Providência de São José, que tem vindo a promover o sucesso escolar e a inclusão social das crianças e jovens que acolhe, destacando alguns casos de sucesso.

“Esta aposta da instituição vai ao encontro dos objetivos do Governo dos Açores”, afirmou Piedade Lalanda, que apelou às crianças e jovens da instituição para se candidatarem, a partir do dia 1 de julho, ao prémio ‘Eu aposto no meu Futuro’, inserido no programa ‘Acolher, Desenvolver e Integrar’, criado pelo Executivo açoriano para promover o sucesso escolar de crianças e jovens que se encontram em Centros de Acolhimento Temporário e em Lares de Infância e Juventude.

“O futuro faz-se com esperança, com gente que acredita em si”, frisou a Secretária Regional, para quem o projeto ‘Eu aposto no meu futuro’ visa premiar os jovens, em situação de acolhimento institucional, que investiram no seu percurso escolar.

Para a Secretária Regional, uma região inclusiva implica uma rede de respostas sociais e qualidade do serviço prestado nesses equipamentos sociais.

Uma qualidade de serviço que, segundo Piedade Lalanda, “só se obtém se funcionários, dirigentes e toda a comunidade forem uma referência de bem servir para todos aqueles que beneficiam dessas respostas”.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta