Home / Açores / Governo dos Açores vai investir 2,5 ME nos quartéis de bombeiros em 2016, afirma Luís Cabral
Governo dos Açores vai investir 2,5 ME nos quartéis de bombeiros em 2016, afirma Luís Cabral

Governo dos Açores vai investir 2,5 ME nos quartéis de bombeiros em 2016, afirma Luís Cabral

O Secretário Regional da Saúde disse esta terça-feira, em Santa Cruz das Flores, que o Governo dos Açores vai investir mais de dois milhões e meio de euros na requalificação e construção de quartéis de bombeiros em todo o arquipélago durante o ano de 2016.

Luís Cabral, que falava após a assinatura do protocolo de colaboração financeira entre o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Santa Cruz das Flores, para a requalificação e ampliação do quartel da corporação, referiu que esse valor é referente às obras que estão inscritas na Carta Regional de Obras Públicas para este ano.

“Para além desta intervenção no quartel de Santa Cruz das Flores, estão previstas intervenções também no quartel de bombeiros das Lajes do Pico, assim como o projeto de requalificação do quartel dos bombeiros do Nordeste e a construção de um novo quartel de bombeiros no concelho da Povoação e na ilha do Faial”, acrescentou o Secretário Regional.

Luís Cabral disse ainda que já está em curso a obra de remodelação do quartel de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria.

Na cerimónia hoje realizada no quartel da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da ilha das Flores foi apresentada a intervenção a ser realizada naquelas instalações, num valor de cerca de 650 mil euros.

Esta obra, segundo o titular da pasta da Proteção Civil, visa “melhorar o nível de proteção das atuais instalações e dos recursos materiais existentes, em função dos diversos cenários de catástrofe com probabilidade de ocorrência”.

A implementação de medidas como condições de armazenamento de equipamento de intervenção em espaço coberto são, de acordo com o Secretário Regional, consideradas essenciais e pretendem “reforçar significativamente a eficácia operacional e o grau de prontidão do corpo de bombeiros”.

“É o mínimo que o Governo pode fazer pelo muito que os bombeiros representam nos Açores e para os Açorianos, não só no combate aos incêndios, mas, sobretudo, como força avançada de intervenção nas situações de emergência ou de catástrofe”, frisou Luís Cabral.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top