Governo dos Açores valoriza o papel das associações de mulheres no setor das pescas

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou, em Angra do Heroísmo, que as associações de mulheres “desempenham um trabalho fundamental no desenvolvimento social das comunidades piscatórias”, salientando também o seu papel na “promoção da igualdade de género”.

Fausto Brito e Abreu, que falava quinta-feira no final de uma reunião com a Associação de Mulheres de Pescadores e Armadores da Ilha Terceira (AMPA), frisou que esta instituição “dinamiza atividades que envolvem as mulheres e as filhas dos pescadores”.

Neste encontro, a AMPA apresentou as várias atividades que têm vindo a ser desenvolvidas, nomeadamente a venda de artesanato, a criação de um banco de roupa doada para famílias de pescadores, cursos de costura e bordado e workshops de culinária com algas, para além de um projeto de Pesca Turismo.

O Secretário Regional do Mar reconheceu o trabalho realizado pela associação, defendendo que a AMPA “deve continuar a apostar em áreas inovadoras, como a promoção da gastronomia que utiliza algas e a Pesca Turismo”.

O projeto de Pesca Turismo ‘Fishingtur’, desenvolvido pela AMPA em parceria com pescadores locais, permite que os turistas possam acompanhar uma embarcação de pesca comercial durante um dia e trazer algum peixe para terra, que poderá ser consumido num restaurante local.

Para Fausto Brito e Abreu, este produto turístico “pode ser desenvolvido em várias comunidades piscatórias nos Açores, enriquecendo a oferta turística da Região e trazendo uma fonte de rendimento adicional aos pescadores”.

A AMPA, criada em 2007, conta com mais de uma centena de associadas e tem como objetivo apoiar atividades que envolvam as mulheres dos pescadores e armadores da ilha Terceira.

GaCS

Deixe uma resposta