Governo quer atrair e fixar médicos na Região

Na audiência com o Presidente do Governo José Manuel Bolieiro, a Ordem dos Médicos nos Açores, mostrou-se preocupada com a falta de médicos no Serviço Regional de Saúde. É preciso encontrar uma maneira de atrair e fixar médicos na Região.

“Nós tivemos a partilhar a nossa preocupação enquanto Conselho Médico sobre a escassez de recursos humanos médicos na Região Autónoma dos Açores, nomeadamente do Serviço Regional de Saúde e aquilo que poderá ser feito para fixar não só jovens médicos a fazer a sua formação específica na Região e fundamentalmente a forma de captar médicos específicos ao serviço regional de saúde.” Afirma Margarida Moura, Presidente da Ordem dos Médicos dos Açores.

Para o Presidente do Governo, “urge uma profunda reflexão sobre como atrair novos profissionais para o serviço regional de saúde para os Açores, para cada uma das nossas ilhas, não apenas para as unidades hospitalares mas para todas as unidades de saúde para todas as ilhas e isto torna a questão mais complexa e também a oportunidade de valorizar as carreiras destes profissionais de modo a que eles possam sentir um atrativo para cumprir a sua função e ambição no âmbito do serviço regional de saúde.”

Os problemas de saúde não se restringem à pandemia, embora a mesma tenha deixado para trás outras necessidades. Apesar dos últimos números, o Governo e a ordem dos médicos optam pelo realismo, não querem facilitar nem antecipar cenários mais negros.

“A nossa realidade felizmente é muito diferente daquela que se vive no continente e iremos continuar a insistir nas medidas de prevenção para que o vírus não circule entre a população e isto é que é o expectável.” Declarou a Presidente da Ordem dos Médicos, Margarida Moura.

Os últimos números da covid-19 nos Açores são motivo para algum alívio mas não para abrandar as medidas de vigilância.

RTP Açores/RL Açores

Deixe uma resposta