Governo quer reforçar apoios às famílias para evitar ida dos idosos para os lares

Para manter os idosos no ambiente familiar e evitar o recurso a lares, o Governo Regional vai atribuir apoios às famílias que podem rondar os 1000 euros.

A ideia é criar condições para manter o idoso no seio familiar e o governo Regional quer dar à família o mesmo apoio que oferece aos lares. Pelas contas, quase 1000 euros por mês.

Para Artur Lima, “as Instituições de acolhimento aos idosos devem ser o último recurso, lembrando que os idosos de hoje exigem outras respostas, uma vez que se trata de uma geração de idosos mais digital, viajada, com internet e computadores, tendo outras necessidades e como tal, precisam estar o mais possível num ambiente sossegado, tranquilo e perto dos filhos e netos.” Diz o Governante.

Em termos práticos: para as famílias, responsabilidade e condições, para o Governo, apoio e fiscalização ao criar equipas multidisciplinares de apoio à família e sobretudo uma proposta que já se via há muitos anos, que é a criação do enfermeiro de família que coordenará uma equipa de cuidados. Explica o Vice-Presidente do Governo à RTP Açores.

A ideia é garantir que a medida entre já neste orçamento para responder às dificuldades dos lares. A Região quer garantir desta forma, mais apoios às famílias com idosos para impedir o internamento nas Instituições de acolhimento.

RTP Açores/RL Açores

Deixe uma resposta