Home / Politica / “Governo Regional protege mais o Governo de António Costa que os empresários Açorianos”, critica CDS-PP
“Governo Regional protege mais o Governo de António Costa que os empresários Açorianos”, critica CDS-PP

“Governo Regional protege mais o Governo de António Costa que os empresários Açorianos”, critica CDS-PP

O Presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, Artur Lima, criticou, esta sexta-feira, a postura “subserviente” do Governo Regional perante “o Governo socialista e amigo de António Costa” na República, ao não tomar uma posição clara e de exigência face à greve dos estivadores que está a provocar “grandes dificuldades aos empresários” e a afectar os consumidores regionais.

Num Comunicado enviado aos órgãos de comunicação social, Artur Lima “manifesta o seu maior desagrado pela postura do Governo Regional no que toca às grandes dificuldades que estão a ser sentidas pelos empresários açorianos afectados pela greve dos estivadores nos portos nacionais”, acusando “o Governo Regional de Vasco Cordeiro e Vítor Fraga, ao contrário do que fez no passado, de preferir tomar partido na defesa do Governo de António Costa, em vez de estar a defender convenientemente os empresários e os consumidores açorianos que estão confrontados com atrasos na importação e exportação de mercadorias dos Açores”.

Para os Líder dos populares açorianos “é lamentável que Vasco Cordeiro e Vítor Fraga se congratulem com um anúncio nacional de aplicação de serviços mínimos que não está a funcionar, prejudicando sobremaneira os empresários regionais na receção e distribuição de carga marítima, e se limitem a dizer que estão a acompanhar a situação”, até porque, acrescenta, “se estivessem, efetivamente, atentos ao que está a suceder com o transporte marítimo de mercadorias de e para os Açores, já deveriam ter levantado a voz contra a República exigindo a requisição civil para fazer face a esta greve dos estivadores que está a prejudicar a economia regional, impondo-lhe prejuízos desnecessários”.

Assim, afirma Artur Lima, “esta postura subserviente da Região à governação da esquerda unida na República é inaceitável, por um lado, mas demonstra, por outro, que a recente cimeira entre Governos de cá e de lá não passou de foguetório em ano de eleições Regionais. O CDS-PP está profundamente contra esta atitude do Governo Regional do Partido Socialista que, mais uma vez, utiliza os Açores, os Açorianos, as empresas e as famílias para fazer política-partidária, em vez de defender os superiores interesses da economia e da autonomia dos Açores”.

Para o dirigente máximo dos democratas-cristãos açorianos “o Governo Regional deve, imediatamente – até perante o alargamento do aviso de greve também aos portos da Região Autónoma dos Açores – exigir do Governo socialista e amigo de António Costa a requisição civil do transporte marítimo de mercadorias de e para os Açores”.

Artur Lima termina dizendo que “não é aceitável que o Governo Regional, para não entrar em conflito com um Governo da República apoiado por partidos políticos com grandes influências nas estruturas sindicais que estão a promover as greves dos estivadores, prefira atentar contra a economia das nossas ilhas, acentuando as dificuldades das nossas empresas e prejudicando os consumidores açorianos”.

GI CDS-PP Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top