Home / Politica / Governo regional tem sido irresponsável na gestão da SATA, acusa o PSD
Governo regional tem sido irresponsável na gestão da SATA, acusa o PSD

Governo regional tem sido irresponsável na gestão da SATA, acusa o PSD

O presidente do PSD/Açores, Duarte Freitas, considerou hoje no Parlamento regional, que “a gestão da SATA nos últimos anos tem sido marcada pela irresponsabilidade, impreparação e por falta de transparência” tendo resultado “numa dívida de 179 milhões de euros e em grande incerteza para o futuro dos trabalhadores e da própria empresa”.

O líder dos sociais democratas açorianos falava durante um debate de urgência sobre a situação financeira do Grupo SATA que se realizou hoje no Parlamento.

Duarte Freita recordou que “recentemente ficou a conhecer-se a verdadeira dimensão da dívida da SATA à banca e das dívidas do governo regional à empresa que resultaram na sua quase falência”.

“O governo regional escondeu dos açorianos – porque esconder do Parlamento é esconder dos açorianos – informação que comprova a forma irresponsável, impreparada e até danosa como a SATA tem sido tutelada pelo governo regional”, acrescentou.

Para o líder dos sociais democratas açorianos “o governo regional foi desonesto e incompetente” na forma como apresentou a versão resumida do Plano Estratégico da empresa. “Desonesto porque ocultou informação relevante ao Parlamento e aos Açorianos. Incompetente pelo que essa mesma informação revela”.

De facto, disse o presidente do PSD/Açores, “a SATA está em estado de aflição porque o governo regional anda há cinco anos a gerir e a esconder que está a gerir a SATA de forma impreparada e irresponsável. A SATA tem problemas porque Vasco Cordeiro, Victor Fraga e Sérgio Ávila não cumprem a sua obrigação como governantes e não pagam o que têm de pagar”.

“A mentira e irresponsabilidade financeira deste governo de Sérgio Ávila e Vasco Cordeiro, como os portugueses e os açorianos aprenderam com José Sócrates, custa caro. Custa-nos muito caro” disse.

Para Duarte Freitas “compreende-se que este governo regional não queira explicar os números, as opções e as estratégias. É, por isso, que prefere ruído, teorias da conspiração e tudo o que permita de alguma forma contribuir para desviar as atenções da situação gravíssima em que a SATA se encontra”.

O presidente dos sociais democratas açorianos considerou, por isso, que “o governo regional não está preocupado com o interesse estratégico da SATA. Se estivesse não tinha provocado 77 milhões de euros de dívida e gerado um buraco de 179 milhões de euros na empresa”.

Na verdade, disse Duarte Freitas, “o governo regional está é preocupado por saber-se agora que enquanto a oposição alertava para os problemas na SATA e o Partido Socialista ria, os açorianos estavam a perder dos seus impostos, por exemplo, 9 milhões de euros em 2012 e 11 milhões de euros em 2013 só em rotas deficitárias”.

O líder do PSD/Açores reafirmou, por isso, “a vontade e a disponibilidade que já foi apresentada pelos sociais democratas açorianos na passada semana: apesar do governo ser o único responsável pela situação da SATA, os açorianos podem contar com o PSD/Açores para ajudar a encontrar uma solução”.

“É hoje evidente que a SATA tem de ser recapitalizada” defendeu o presidente do PSD/Açores adiantando que “à falta de um bom governo, os açorianos precisam de uma boa oposição uma vez que quanto a provas de competência do governo, a situação na SATA responde por si”.

GI PSD Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top