Home / Açores / Governo Regional vai continuar apoiar os açorianos, as empresas e a economia
Governo Regional vai continuar apoiar os açorianos, as empresas e a economia

Governo Regional vai continuar apoiar os açorianos, as empresas e a economia

A Secretária Regional da Solidariedade Social garantiu que o Governo dos Açores vai continuar a “apoiar os açorianos, as empresas e a economia”, mesmo que outros, fora da Região, por “desconhecimento ou má-fé, continuem a considerar que a bitola da austeridade deve ser nivelar por baixo, cortar de forma cega, atingir os que, pela atual conjuntura, se encontram em situação de maior fragilidade”. 

Piedade Lalanda, que falava no lançamento da primeira pedra da empreitada de remodelação do Lar D. Pedro V, na ilha Terceira, frisou que os idosos “têm sido um dos alvos preferenciais da austeridade nacional”, salientando que, ao contrário do que acontece a nível nacional, na Região, o Executivo elegeu os mais velhos como “um dos principais beneficiários da aplicação de medidas e apoios concretos”, que materializam a Via Açoriana. 

Nesse sentido, destacou o Complemento para a Aquisição de Medicamentos pelos Idosos (COMPAMID), uma medida reforçada em 2014, disponibilizando o Governo dos Açores um total de 1,3 milhões de euros. 

Esta prestação social, segundo Piedade Lalanda, beneficiou em 2012 mais de 8.500 idosos, através de 33.800 pagamentos, num total de cerca de um milhão de euros. 

A Secretária Regional realçou ainda o Complemento Regional de Pensão, salientando que é a Via Açoriana que “garante que, enquanto se corta nos rendimentos dos idosos no país”, nos Açores se proceda a “um aumento do Complemento Regional de Pensão”. 

Em 2014, esta prestação social permite que cerca de 34 mil idosos tenham acesso a este “importante reforço da sua pensão, num esforço de 25 milhões de euros que vai, diretamente, para quem mais precisa”. 

Neste contexto, a Secretária Regional assegurou que “o Governo dos Açores tudo tem feito, até ao limite dos seus recursos e das suas competências, para ajudar as famílias Açorianas e ultrapassarem estes tempos de turbulência, que têm exigido de todos o melhor do nosso esforço, da nossa resiliência e da nossa capacidade de resistência”.

RL/Gacs

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top