Home / Destaque / Grupo de Folclore de Rosais não recebe qualquer subsídio fixo para subsistir (c/audio)
Grupo de Folclore de Rosais não recebe qualquer subsídio fixo para subsistir (c/audio)

Grupo de Folclore de Rosais não recebe qualquer subsídio fixo para subsistir (c/audio)

O Presidente da Casa do Povo dos Rosais, Gil Ávila, assegurou, em entrevista recente à RL Açores, que o Grupo de Folclore de Rosais não recebe qualquer subsídio fixo para subsistir, tendo apenas algumas ajudas por parte do município e por parte do Governo na realização de intercâmbios.

“Nos últimos anos os apoios que nós temos são as atuações que fazemos, salvo quando temos intercâmbios, geralmente a Câmara ajuda um pouco na saída, nas passagens e o Governo também ajuda através do programa Bento de Góis, ajudando a parte mais jovem ”, afirmou Gil Ávila, acrescentando que nesse aspeto o grupo tem sorte, uma vez que tem muitos jovens.

O Presidente da Casa do Povo falou também na nova direção do Grupo, que é composta apenas por jovens, dizendo mesmo que foi “um alívio e uma alegria” para os elementos mais velhos e que estão há mais anos no grupo, pois assim sente que “conseguiram contagiar os mais novos”.

No que diz respeito a intercâmbios, Gil Ávila fez saber que para este ano não há nada programado, mas segundo o que apurou junto da nova direção há um projeto em andamento para um intercâmbio a realizar com um grupo da Madeira no próximo ano.

Gil Ávila acrescentou ainda que, atualmente, o Grupo de Folclore de Rosais conta com cerca de 40 elementos.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top