Grupo Parlamentar do PS Açores realiza jornadas nas Lajes, ilha Terceira

O Grupo Parlamentar do PS/Açores realiza jornadas parlamentares nos próximos dias 4 e 5 de Abril, reunindo-se numa sessão de trabalho a partir das 09:30h, na Sociedade Progresso Lajense.

Nesta sessão abordarão o tema da Base das Lajes – Presente e Futuro, onde terão como convidados o Professor Luis Andrade para analisar a vertente geopolítica da localização da Base das Lajes; Sandro Paim, Presidente da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo para analisar os impactos económicos; Hugo Pacheco da Entidade Reguladora das Águas e Resíduos dos Açores, que acompanha o processo de descontaminação das zonas afectadas; João Ormonde que analisará a perspetiva laboral direta, tendo em conta que teve durante vários anos responsabilidades na Comissão Representativa dos Trabalhadores da Base das Lajes.

Depois desta sessão de trabalho, os deputados visitarão as intervenções de descontaminação na Porta de Armas da Base, no Tank Farm e na limpeza e desativação do pipeline que liga a zona do Cabrito à Base.

No segundo dia de trabalhos, o Grupo Parlamentar do PS visitará algumas zonas e terá uma apresentação do novo Terminal de Cargas da Aerogare Civil das Lajes, e terá uma apresentação sobre os projetos em curso para a valorização e dinamização do Porto da Praia da Vitória, onde se inclui o Projeto Costa.

Segundo o Presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores, “pretendemos fazer uma análise à problemática das Lajes, sobre a sua situação atual e sobre o futuro, realçando todas as questões que têm de ser salvaguardadas pelo Governo Português e pelo Governo Norte-americano, debatendo este assunto com convidados nas quatro vertentes que nos parecem mais relevantes neste tema, a questão geopolítica, que está na base de tudo, a questão económica e social, a questão ambiental e a questão laboral”.

“Além desta análise, pretendemos ainda conhecer in-loco vários projetos que temos acompanhado e que podem ser um contributo muito importante para as alternativas que a Ilha terceira e os Açores precisam para valorizar as infraestruturas que já existem e para ter novas dinâmicas económicas para o futuro, como é o novo terminal de cargas ou o Porto da Praia da Vitória”, defendeu Berto Messias.

Para o dirigente socialista, “esta questão deve continuar bem acesa. Existem várias questões pendentes e o facto de recentemente termos tido conhecimento de um relatório do Pentágono que não prevê alternativas para esta Base, aumenta a urgência de se aplicar um Plano de Revitalização da Ilha Terceira que amenize os impactos negativos das reduções norte-americanas, com principais responsabilidades para o Governo Português e, sobretudo, para o Governo Norte-americano”.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta