Ultimas
Home / Açores / Início de 901 estágios para jovens Açorianos comprova êxito do Programa Estagiar, afirma Sérgio Ávila
Início de 901 estágios para jovens Açorianos comprova êxito do Programa Estagiar, afirma Sérgio Ávila

Início de 901 estágios para jovens Açorianos comprova êxito do Programa Estagiar, afirma Sérgio Ávila

O Vice-Presidente do Governo dos Açores anunciou, em Angra do Heroísmo, que a primeira fase do Programa Estagiar L e T, que terá início a 01 de outubro, admitiu 901 estagiários.

Sérgio Ávila revelou também que, entre os estagiários admitidos para empresas e instituições regionais, 378 são recém-diplomados no ensino superior ou em pós-graduação e 523 são jovens titulares de um curso profissional.

“O apoio à integração dos jovens no mercado de trabalho e a fixação dos nossos jovens na Região constituem dois pilares fundamentais na estratégia de desenvolvimento definida pelo Governo dos Açores”, afirmou o governante, acrescentando que o Executivo “encara estes números com a satisfação própria de quem vê demonstrado, sem margem para dúvidas, o êxito de uma medida que conta com elevada adesão.”

“Não só os jovens Açorianos mostram aproveitar os apoios disponibilizados através do Programa Estagiar – que constitui, podemos dizer, uma primeira e suave experiência no mundo do trabalho – como os nossos empresários também demonstram uma assinalável recetividade, acolhendo esses jovens nas suas empresas”, acrescentou o Vice-Presidente do Governo.

Sérgio Ávila realçou que a recetividade evidenciada pelas empresas “tem tido um reflexo muito positivo na empregabilidade dos jovens estagiários”, revelando que 63,1 por cento dos estagiários foram contratados até seis meses após conclusão do estágio, dos quais 43,1 % foram contratados imediatamente a seguir à conclusão dos seus estágios.

“Trata-se de mais um indicador que justifica a aposta continuada do Governo dos Açores no Estagiar, um programa que faz da Região um exemplo na proteção dos jovens na sua transição para o mercado de trabalho”, frisou, salientando que “não há, no país, outro programa de estágio que atribua aos jovens licenciados durante o estágio uma comparticipação financeira num valor tão justo, e que é de 720 euros.”

Sérgio Ávila anunciou ainda que “para apoiar a integração no mercado de trabalho de mais estes 901 jovens Açorianos e assim contribuir para que se fixem nos Açores, o Governo irá disponibilizar 9,1 milhões de euros durante concretização destes novos estágios que agora se irão iniciar”.

O Vice-Presidente referiu também as alterações introduzidas para melhorar o Programa Estagiar, “como é o caso do alargamento dos estágios, que permite acompanhar durante mais algum tempo os jovens, o que irá contribuir para reforçar a capacidade de as empresas e organizações absorverem novos elementos para os seus quadros de pessoal.”

O Estagiar L passou, assim, a ter uma duração máxima de dois anos em todas as ilhas, à exceção de S. Miguel, onde a duração máxima foi também aumentada para 18 meses, enquanto o Estagiar T foi alargado para 18 meses de duração máxima em todas as ilhas.

Trata-se, para Sérgio Ávila, de um “significativo reforço das políticas de fomento de empregabilidade na Região”, que pretende, também, constituir-se num contributo para o desenvolvimento local em cada uma das ilhas.

O Programa Estagiar, segundo o Vice-Presidente do Governo, “complementa e valoriza as políticas de promoção da competitividade das empresas regionais e da empregabilidade dos Açorianos”, as quais, sendo prioritárias, levam o Executivo a investir nelas mais de quatro milhões de euros por mês.

“Consideramos que cada euro investido nas medidas de fomento da empregabilidade é um euro depositado no futuro da Região”, realçou Sérgio Ávila.

O Vice-Presidente do Governo dos Açores revelou também nesta conferência de imprensa que o reforço da empregabilidade dos jovens após concluírem os seus estágios, através do Programa de Incentivo à Inserção do Estagiar L e T, tem tido igualmente muito sucesso.

“Tem sido muito elevado o número de contratações”, afirmou Sérgio Ávila, para quem isso comprova “a qualidade académica e profissional dos estagiários e, por outro lado, o desejo de as empresas reforçarem os seus quadros com gente nova e qualificada.”

O governante revelou que, desde a entrada em vigor do PIIE, já foram apoiadas, no âmbito deste programa, as contratações de 1.036 jovens após conclusão do estágio profissional, “resultado que estimula o Governo a prosseguir no caminho traçado.”

“O Governo dos Açores quer ajudar as empresas a qualificarem-se para melhor competirem e para maior sucesso alcançarem”, disse o Vice-Presidente, acrescentando que o Executivo “quer, também, os jovens Açorianos ao seu lado” e conta com eles para “esse desígnio de tornarmos os Açores melhores.”

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top