Home / Destaque / Investimento no Porto das Velas reforça competitividade da economia de São Jorge, destaca Vasco Cordeiro
Investimento no Porto das Velas reforça competitividade da economia de São Jorge, destaca Vasco Cordeiro

Investimento no Porto das Velas reforça competitividade da economia de São Jorge, destaca Vasco Cordeiro

O Presidente do Governo dos Açores visitou hoje as obras de ampliação do Porto das Velas, onde destacou a importância deste investimento de cerca de 18 milhões de euros para servir a população e para o reforço da competitividade da economia da ilha de São Jorge.

“Esta obra vem tornar a operação neste porto mais fácil, mais rápida e mais cómoda para os Jorgenses e para aqueles que visitam a ilha. Ao permitir que atraquem dois navios em simultâneo, coisa que não acontece atualmente, torna-se muito mais fácil toda a operação neste porto”, afirmou Vasco Cordeiro aos jornalistas.

No início da visita estatutária a São Jorge, o Presidente do Governo salientou que este investimento no Porto das Velas, que inclui um terminal de passageiros e um armazém-oficina, é uma das obras que estão a decorrer ou que arrancarão em breve em portos de diversas ilhas da Região.

Nesse sentido, apontou o exemplo das obras em curso no Porto da Casa, no Corvo, e no Porto das Poças, nas Flores, estando previsto, para breve, o lançamento do concurso público para as obras no Porto de Ponta Delgada, num volume de investimento muito significativo.

“Já havia uma intenção de investimento neste porto mas, com as intempéries do final de 2015, foi necessário reforçar a amplitude das obras a realizar. É um processo que está em fase final e nós prevemos, muito em breve, lançar o concurso público para o arranque destas obras”, afirmou.

No âmbito das obras que serão lançadas, Vasco Cordeiro sublinhou ainda os investimentos previstos para os portos de Pipas, na ilha Terceira, e da Horta, assim como a construção da rampa Ro-Ro no Porto da Calheta, em São Jorge, permitindo o aproveitamento do potencial da ligação deste porto com a ilha Terceira.

“Estamos também a avançar, no caso de São Roque do Pico, para uma solução alternativa”, recordou o Presidente do Governo, salientando que as obras em curso no Corvo e nas Flores, assim como as que vão ser feitas em Ponta Delgada, na Terceira, no Pico ou no Faial “são fatores de melhoria da competitividade destas ilhas e de melhoria da coesão do todo regional”.

As obras no Porto das Velas, que deverão ficar concluídas no segundo semestre do próximo ano, vão ampliar o cais comercial em 150 metros, mantendo, em termos de fundos disponíveis, a mesma profundidade que já existe no atual cais, ou seja, menos oito metros.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top