Home / Açores / Investimentos em infraestruturas agrícolas são essenciais para melhoria do rendimento e condições de trabalho, afirma João Ponte
Investimentos em infraestruturas agrícolas são essenciais para melhoria do rendimento e condições de trabalho, afirma João Ponte

Investimentos em infraestruturas agrícolas são essenciais para melhoria do rendimento e condições de trabalho, afirma João Ponte

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, no Pico, que os investimentos em curso nos Açores e, em particular, nesta ilha, ao nível dos caminhos agrícolas e da rede de abastecimento de água são essenciais para melhorar as condições de trabalho dos agricultores, encurtar distâncias e reduzir custos associados ao setor.

João Ponte destacou a importância que as infraestruturas criadas ou em construção no arquipélago têm para a melhoria do rendimento dos agricultores, assegurando que o Governo Regional vai continuar a dar grande atenção a esta matéria.

“Todos os investimentos em curso, no caso particular no Pico, mas também noutras ilhas dos Açores, dão bem nota do esforço que o Governo Regional está a fazer na melhoria das infraestruturas agrícolas”, frisou João Ponte, que falava depois de visitar as obras em curso na Lagoa do Paúl e no Caminho Rural da Rosada, na freguesia das Ribeiras, concelho das Lajes do Pico, no âmbito da visita estatutária a esta ilha.

O Caminho Rural da Rosada, localizado na bacia leiteira mais importante da zona do Arrife e uma das mais importantes da ilha do Pico, vai beneficiar mais de 170 hectares de pastagens, num total superior a meia centena de 50 agricultores.

Além das obras nos caminhos rurais da Rosada e do Landroal, João Ponte revelou que vai iniciar-se em breve a intervenção de melhoria no caminho dos Matos de São João, estando o contrato a aguardar o visto do Tribunal de Contas.

Ao nível do reforço do abastecimento de água às explorações agrícolas, o Secretário Regional considerou que, no caso particular da ilha do Pico, esta matéria tem um “caráter prioritário”.

“A obra que estamos a executar na Lagoa do Paúl demonstra bem esta importância”, disse João Ponte, acrescentando que a intervenção, orçada em 173 mil euros, deverá estar concluída dentro de seis meses.

Esta obra prevê a limpeza e a impermeabilização da lagoa, bem como a construção de um posto de abastecimento de água aos agricultores, que vai beneficiar uma área de 300 hectares e 40 explorações agrícolas.

João Ponte assegurou ainda que, no próximo orçamento, será dada continuidade ao reforço do abastecimento de água às explorações agrícolas, sendo que, no caso concreto do Pico, as intervenções programadas passam pelo furo do Cabeço Pequeno e construção de dois reservatórios na freguesia da Prainha.

 

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top