DestaqueLocal

Jornalista da SIC, Sofia Arêde, acompanhou de perto drama dos Refugiados e partilhou-o com os alunos das escolas do Triângulo (c/áudio)

A jornalista Sofia Arêde esteve nas escolas do triângulo, no âmbito dos vigésimos terceiros Encontros Filosóficos” a apresentar o Documentário “Sobreviventes”, que pretende mostrar os refugiados não apenas como números, mas como pessoas que partem em busca de sonhos ou simplesmente apenas em busca da sobrevivência.

Tentar mostrar o lado mais humano de quem deixa tudo para trás para tentar apenas viver ou sobreviver – foi este o grande objetivo da jornalista Sofia Arêde com o Documentário “Sobreviventes”, que mostra a fuga dos refugiados de uma forma diferente.

Um trabalho que marcou a jornalista por várias razões.

Sofia acompanhou uma equipa da Marinha Portuguesa em missão no Mediterrâneo que realizou vários resgates enquanto a jornalista estava a bordo, tendo ainda passado pela ilha de Lampedusa e acompanhado uma família de refugiados já estabelecidos na Alemanha.

A jornalista considerou ainda que a Europa está desunida no que respeita a uma resposta para esta questão, condenando os comportamentos xenófobos e extrema-direita que se têm feito sentir.

Liliana Andrade/RL Açores

Imagem: ©SIC

Comment here