José Damião de Almeida homenageado no parlamento açoriano (c/áudio)

Esta quarta-feira foram apresentados três votos de pesar pelo falecimento do empresário jorgense José Damião de Almeida.

Os deputados eleitos por São Jorge do PS, PSD e CDS-PP relembraram os feitos daquele que foi um impulsionador da economia jorgense e mesmo da região, que morreu no passado mês de fevereiro vítima de doença prolongada.

André Rodrigues do Partido Socialista enalteceu qualidades que fizeram de José de Almeida um homem de grande sucesso a nível profissional e pessoal.

“O seu sentido de oportunidade, a sua tenacidade, a sua ousadia, a sua audácia, são características da sua personalidade que o tornam num exemplo de empreendedorismo a seguir e que lhe permitiu enfrentar os desafios e ameaças da nossa realidade insular e transforma-los em oportunidades e vantagens. Em oportunidades de negócio, em oportunidades de criação de postos de trabalho, em oportunidades de criação de mercado interno, em oportunidade de desenvolvimento do seu grupo económico, mas também da sociedade onde se inseriu”, salientou o parlamentar socialista.

“Os dias que me deixam satisfeitos são os dias em que os meus amigos me acompanham”, afirmou José Damião de Almeida no dia da inauguração do seu último investimento na Ilha de São Jorge, uma frase que André Rodrigues do Partido Socialista não pôde deixar de citar na sua intervenção.

Também António Pedroso do PSD relembrou o percurso profissional de José Damião de Almeida e características como a sua humildade e sentido humanitário.

De acordo com as palavras do social-democrata, “as suas várias empresas com principal incidência no Turismo e ramo alimentar, vieram proporcionar um variado leque de escolha de produtos às populações das ilhas do Triangulo.”

Segundo António Pedroso, o empresário era um “cidadão atento e responsável, preocupado com a vida social e económica da sua ilha foi benemérito nos mais variados projetos da sociedade, apoiou e a muitos ajudou, com um sentido humanitário e a humildade que sempre o acompanhou”, destacando o seu desempenho de “funções de direção em diferentes entidades da comunidade local”.

Ana Espínola do CDS-PP, enaltecendo também as características empreendedoras e o empenho a nível dos negócios que tornaram José de Almeida num dos grandes empresários da região, afirmou que “as pessoas só morrem quando nos esquecemos delas”, homenageando assim o empresário.

“José Damião de Almeida transformou-se, assim, num cidadão ilustre e com reputada e respeitada imagem na sociedade Jorgense, em particular, e na sociedade Açoriana, em geral. Porque as pessoas só morrem quando nos esquecemos delas, em nome de São Jorge e dos Jorgenses, importa perpetuar a memória de José Damião de Almeida, prestando-lhe o enaltecimento público e a reconhecida gratidão, através desta singela, mas justa homenagem”, afirmou a democrata-cristã.

Os deputados eleitos por São Jorge apesar de representarem diferentes partidos enalteceram aquele que foi o maior empresário e o maior empregador da ilha e que deixou um enorme legado, não poupando elogios a todo o seu trabalho e não esquecendo a sua família enlutada.

Os três votos de pesar foram aprovados por unanimidade pelos deputados do parlamento açoriano.

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta