Ultimas
Home / Destaque / JS São Jorge apresentou moção que defende o direito da Licença de Maternidade durante Estagiar L e T
JS São Jorge apresentou moção que defende o direito da Licença de Maternidade durante Estagiar L e T

JS São Jorge apresentou moção que defende o direito da Licença de Maternidade durante Estagiar L e T

A participar no XIII Congresso da Juventude Socialista dos Açores, que decorreu este fim-de-semana, na Ribeira Grande, em São Miguel, Rui Teixeira, da JS São Jorge, apresentou, no sábado, uma moção sectorial que visa defender o direito a Licença de Maternidade, no âmbito do programa Estagiar do Governo dos Açores.

Apesar da Resolução do Governo, que foi aprovada em agosto passado, a JS São Jorge considera que ainda existem situações que deveriam ser protegidas, nomeadamente a gravidez durante o período do estágio.

“A JS São Jorge defende que deveriam ser salvaguardadas outras situações numa futura alteração a este programa, destacando-se a questão da interrupção do período de estágio por motivo de gravidez, isto porque no caso de uma jovem engravidar durante o período do estágio, o tempo em que está ausente, por motive de licença de maternidade é contabilizado como falta justificada, mas implica a perda da remuneração e do período de estágio”, destacou Rui Teixeira.

Neste sentido, a juventude partidária propõe “que ocorra a prorrogação do período do estágio por igual tempo em que estes jovens estarão ausentes”, além de continuarem a ser remunerados.

NO Revista/RL Açores

Fotografia: ©NO Revista

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top