Home / Destaque / Ligação marítima entre a Calheta e Angra do Heroísmo “é uma mais-valia para São Jorge”
Ligação marítima entre a Calheta e Angra do Heroísmo “é uma mais-valia para São Jorge”

Ligação marítima entre a Calheta e Angra do Heroísmo “é uma mais-valia para São Jorge”

Passados cinco anos foi retomada esta terça-feira a ligação marítima entre a Calheta e Angra do Heroísmo, naquela que é chamada a linha lilás e, que de acordo com Décio Pereira, presidente da Câmara Municipal da Calheta, “é uma mais-valia para a ilha de São Jorge no seu todo”.

Em declarações à RL Açores, o autarca calhetense afirmou que “não faz sentido nenhum que se criem infra-estruturas ao longo do tempo, nomeadamente, o porto da Calheta e que ele não possa ter também a dinâmica e a passagem dessas novas embarcações”.

“É importante que se tenha presente que há um compromisso público de se fazer uma rampa ro-ro que possibilite, de facto, que nós possamos aproveitar todas as valências que têm estas novas embarcações e que possibilitam, naturalmente, às pessoas mais conforto nas viagens que querem fazer”, frisou Décio Pereira.

Recorde-se que nem o porto da Calheta nem o das Pipas, em Angra do Heroísmo, possuem a rampa ro-ro que permite o acesso direto de viaturas, sendo que numa primeira fase, não podem, assim, embarcar e desembarcar viaturas nestes portos.

Décio Pereira salientou que este compromisso público da construção desta infra-estrutura em ambos os portos é muito importante, uma vez que “vem facilitar todo o transporte de pessoas e viaturas e, eventualmente, também de algumas mercadorias”.

O autarca reforçou também algo que considera mesmo fundamental, que consiste na necessidade de se cumprir “com muito rigor os horários que estão previamente estabelecidos e que estão ao público para que se comece a ter um padrão nestas viagens e para que todos os locais e, sobretudo, aqueles que nos visitam nesta altura do ano possam saber que existem estas ligações e que elas façam parte da história daquilo que é o nosso cartaz turístico”.

Décio Pereira que marcou presença no porto da Calheta na manhã de terça-feira para assistir à partida desta viagem inaugural com destino a Angra do Heroísmo fez saber que as pessoas que lá estavam se mostraram muito satisfeitas com o regresso desta ligação.

De salientar que esta ligação marítima de passageiros, que não se realizava desde 2009, tem lugar duas vezes por semana, à terça-feira e ao sábado.

A ligação retomada pela Atlânticoline e assegurada pelo navio Gilberto Mariano contou, na sua viagem inaugural, com 43 passageiros a bordo.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top