Home / Saude / Luís Cabral reafirma empenho do Governo dos Açores na modernização das associações humanitárias
Luís Cabral reafirma empenho do Governo dos Açores na modernização das associações humanitárias

Luís Cabral reafirma empenho do Governo dos Açores na modernização das associações humanitárias

O Secretário Regional da Saúde afirmou este Domingo, em Ponta Delgada, que o novo regulamento de transporte terrestre de doentes, publicado no início do ano, onde estão incluídos os transportes não urgentes, “foi desenhado de forma a garantir não só uma modernidade no aspeto funcional do transporte dos doentes, mas também para garantir o devido financiamento às associações humanitárias”.

Luís Cabral, que falava nas cerimónias comemorativas do 135.º aniversário da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada, salientou, em resposta ao repto lançado pelo Presidente da Liga Portuguesa de Bombeiros, que o Governo Regional está “como é óbvio, disposto a integrar todas as novidades que venham em favor dos bombeiros dos Açores”.

O Secretário Regional frisou, no entanto, que o Executivo “está atento e ativo nesta matéria”.

Relativamente à execução do concurso de manobras na Região, Luís Cabral anunciou que “o Governo Regional aceitará e efetuará todos os esforços necessários para que seja realizado nos Açores”.

Na ocasião, Luís Cabral lançou um desafio ao Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada para que o concurso seja uma realidade na cidade e possa “dignificar o nome dos Açores e dos bombeiros dos Açores em todo o país”.

A história recente dos Açores, segundo disse, “sublinha a importância dos nossos bombeiros, não só no combate aos incêndios, mas também como força avançada de intervenção nas situações de emergência ou de catástrofe”.

“Um trabalho muitas vezes prestado de forma anónima e com grande esforço pessoal e familiar devendo, por isso, ser sempre relevado o devido reconhecimento público desta sua importante missão”, afirmou.

Em 2013, os bombeiros dos Açores foram chamados a cerca de 105 mil intervenções, em resposta a situações relacionadas, na sua maior parte, com saúde, mas também com acidentes, incêndios e exercícios, percorrendo mais de 1,6 milhões de quilómetros, revelou o Secretário Regional.

As corporações de bombeiros voluntários do arquipélago têm atualmente 737 elementos ativos, dos quais 637 homens e 100 mulheres, e mais de 140 elementos do quadro de honra, que têm ao seu serviço mais de três centenas de viaturas.

Neste dia de festa para as cidades de Ponta Delgada e Lagoa, Luís Cabral prestou homenagem a “todos os que prestaram e prestam serviço como bombeiros”.

“Louvo o empenho de todos os homens e mulheres que, em prol da associação humanitária, orgulhosamente dignificam os seus 135 anos de existência”, salientou, deixando ainda um “reconhecimento público pela ação que desempenham”, um reconhecimento que é “extensível a todos os bombeiros e dirigentes das associações das nove ilhas da Região”.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top