Home / Açores / Luís Neto Viveiros afirma na apresentação do programa “Parceiro para o Desenvolvimento Sustentável” que “juntos, conseguimos mais e melhor”
Luís Neto Viveiros afirma na apresentação do programa “Parceiro para o Desenvolvimento Sustentável” que “juntos, conseguimos mais e melhor”

Luís Neto Viveiros afirma na apresentação do programa “Parceiro para o Desenvolvimento Sustentável” que “juntos, conseguimos mais e melhor”

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente defendeu , na apresentação no Centro de Interpretação Dalberto Pombo, em Santa Maria, do programa “Parceiro para o Desenvolvimento Sustentável”, que “juntos, conseguimos mais, e melhor”.

O programa, afirmou Luís Neto Viveiros, “nasce de um desígnio estratégico” e a sua reformulação, após dois anos de implementação, além de aumentar o leque de benefícios e vantagens aos parceiros dos Parques de Ilha, dá forma organizada, “ao que é, afinal, e desde sempre, o nosso viver ilhéu, assente na solidariedade e entreajuda, entre nós e com quem nos visita.”

Manifestando-se convicto de o programa representa “uma mais-valia para as entidades e empresas que a ele aderirem”, o governante explicou que “pretende ser um instrumento agregador e potenciador dos vários agentes e intervenientes na gestão e utilização dos recursos naturais do arquipélago”, pois passa a ter dimensão regional.

“Aos parceiros, a estrutura de Parques de Ilha assegura a valorização e notoriedade dos seus produtos e serviços, através da promoção e da atribuição de um selo de reconhecimento de excelência”, disse.

Faculta, ainda, acrescentou, “acesso privilegiado às suas áreas de gestão e infraestruturas, nomeadamente a rede de Centros Ambientais dos Açores” que, acrescentou, são “cada vez mais procurada por residentes e visitantes”.

“É com particular satisfação que aproveito, aliás, esta ocasião para revelar que apesar de 2013 ter sido o nosso melhor ano de sempre, com cerca de 100 mil visitantes – o que significou um aumento de mais de 40 por cento -, apesar disso, dizia, de janeiro a maio deste ano, o número de visitantes já cresceu 17, 51 por cento”, revelou Luís Neto Viveiro.

Destacando que este aumento se verificou “na chamada época baixa”, o Secretário Regional precisou que os Centros já receberam este ano cerca de 17 mil visitantes, com origem, maioritariamente, nacional, alemã, inglesa e norte-americana, entre outras.

“Tratam-se de dados que traduzem, sem dúvida, a importância significativa da rede de centros ambientais na animação e dinâmica turística da Região”, afirmou, enaltecendo ainda o trabalho de educação e sensibilização ambiental desenvolvido junto da população escolar que representa quase 2000 visitantes.

Luís Neto Viveiros que aderiu hoje ao Cartão Amigo dos Parques, afirmou ainda que o Governo Regional quer “promover e incrementar o acesso dos açorianos às atividades e conhecimento dos Açores, do que somos e onde vivemos, facultado pela rede de centros ambientais, assim como às iniciativas desenvolvidas em conjunto com os nossos parceiros”.

Com esse objetivo, foi lançado o Cartão Amigo dos Parques, destinado a todos os residentes nos Açores e que permite o acesso gratuito aos centros ambientais integrados no Parque Natural da ilha de residência, assim como 50% de desconto nas entradas nos centros ambientais das restantes ilhas.

Os aderentes do novo cartão terão ainda 15% de desconto nas lojas e cafeterias dos Centros Ambientais de toda a Região e nos eventos organizados pelos Parques Naturais dos Açores, além de descontos diversos e condições especiais nas instituições parceiras.

O Cartão Amigo dos Parques tem um custo de cinco euros anuais, custando apenas 2,5 euros por ano para os jovens dos 13 aos 17 anos e para pessoas com mais de 65 anos, além de estar disponível um preço especial (8,5 euros anuais) para famílias, que inclui o casal e todos os filhos entre os 13 e os 17 anos.

“Com esta iniciativa – que consideramos representar enormes vantagens para os aderentes, desde logo por passarem a receber informação periódica sobre as atividades dos Parques de Ilha e dos seus parceiros”, o Governo dos Açores pretende “dinamizar a ligação dos residentes com a estrutura de conservação da natureza associada aos Parques Naturais de Ilha e à rede dos centros de ambientais, praticamente concluída”, afirmou o Secretário Regional.

A adesão ao cartão pode ser feita através do preenchimento de um formulário que está disponível em todas as bilheteiras da rede regional de Centros Ambientais e no endereço eletrónico http://parquesnaturais.azores.gov.pt/pt/

RL/Gacs

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top