AçoresDestaque

Luís Neto Viveiros destaca distinção de produtos açorianos nos concursos da Feira Nacional de Agricultura


O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente destacou esta segunda-feira, em Santarém, a distinção de vários produtos dos Açores nos concursos promovidos no âmbito da Feira Nacional da Agricultura, nomeadamente o Queijo de São Jorge (com cura de sete meses), que conquistou a Medalha de Ouro no Concurso Nacional de Queijos Tradicionais Portugueses com Nomes Qualificados.

Para Luís Neto Viveiros, que falava à margem de uma visita à 52.ª Feira Nacional de Agricultura, esta distinção, assim como a do Queijo de S. Jorge (cura de quatro meses), que conquistou a Medalha de Prata, contribui para a divulgação e valorização comercial dos produtos açorianos, que estão em destaque no ‘Salão Prazer de Provar’ deste certame.

No Concurso de Doçaria Conventual Portuguesa, na categoria de queijadas, a Queijada de Vila Franca do Campo, da Queijaria de Adelino Morgado e Filho, conquistou a Medalha de Ouro.

No Concurso Nacional de Conservas de Pescado, a Fábrica de Santa Catarina conquistou, com o Filete de Atum com Pimenta dos Açores, o galardão ‘Melhor dos Melhores’ da Medalha de Ouro na categoria de Conservas de Atum em Lata.

Na categoria de Conserva de Atum em Frasco de Vidro, o Filete de Atum em Azeite Biológico, de Santa Catarina, ganhou a Medalha de Ouro, tendo também conquistado a Medalha de Prata na categoria de Conservas de Atum em Azeite em Lata, com o Filete de Atum com Caril.

Esta unidade fabril de S. Jorge conquistou ainda a Medalha de Ouro na categoria de Pastas de Peixe com o Paté de Atum com Orégãos.

Luís Neto Viveiros, que visitou a feira acompanhado pelo presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, salientou a presença de produtos agrícolas de todas as ilhas dos Açores no stand da Associação Agrícola de S. Miguel.

Neste espaço, estão expostos leite e lacticínios, doçaria, enchidos, artesanato, chá, vinhos, licores e artesanato, mas também a criptoméria dos Açores no ano em que o certame promove a floresta.

Este stand, assim como os da Fábrica de Conservas de Santa Catarina e da Lactaçores, traduzem, segundo Neto Viveiros, uma iniciativa e um ‘orgulho no que é nosso’ que merece reconhecimento.

Na Feira Nacional de Agricultura, que decorre até 14 de junho, os visitantes têm oportunidade de conhecer o mundo agrícola português em todas as suas vertentes, nomeadamente maquinaria, equipamentos, serviços, fatores de produção e produtos agroalimentares.

O certame, com cerca de 200 mil visitantes, dos quais 40 mil profissionais, é a mais importante e representativa montra do melhor que se produz em Portugal.

O ‘Salão Prazer de Provar’ reúne no mesmo espaço os melhores vinhos, azeites, queijos, enchidos, méis, compotas e frutas do País, e contempla várias iniciativas especialmente pensadas para juntar produtores, consumidores e profissionais.

GaCS/RL Açores

Comment here