Luís Silveira renova maioria na Câmara das Velas com 53,62% dos votos e PSD é o grande derrotado no concelho (c/áudio)

No concelho das Velas, Luís Silveira, pelo CDS-PP, renovou a maioria absoluta na Câmara Municipal, ao conseguir mais 62 votos do que há quatro anos atrás. Na contagem final e apuradas as cinco freguesias, o CDS-PP conquistou 1778 votos (53,62%), elegendo três mandatos, como já tinha conseguido em 2013.

Ora, em entrevista em direto para a RL Açores, na noite eleitoral, e acabados de saber os resultados, Luís Silveira, o presidente reeleito, mostrou-se muito satisfeito e disse ainda não ter tido dúvidas em qualquer ocasião sobre a sua vitória nestas eleições.

O PS não atingiu o grande objetivo de chegar à presidência, mas mesmo assim acabou por reforçar a sua presença na autarquia, elegendo dois vereadores, fruto de uma votação onde foram alcançados em todo o concelho 1030 votos (31,06%), mais 316 do que há quatro anos atrás.

André Rodrigues destacou precisamente esse reforço da votação, considerando que o CDS conseguiu destronar o PSD e impossibilitar que o PS conseguisse tirar, assim, a maioria absoluta a Luís Silveira.

O PSD foi, sem sombra de dúvida, o grande derrotado da noite, conseguindo apenas em todo o concelho das Velas 247 votos (7,45%), ou seja, menos 690 votos do que aqueles que tinha conseguido em 2013, quando tinha elegido um vereador, perdendo este ano a presença na Câmara Municipal das Velas, não elegendo nenhum mandato.

Paula Amarante reagiu com calma e serenidade aos resultados, dizendo ainda que o partido e a sua lista assumiam a derrota.

Já a CDU que conseguiu 181 votos na eleição para a Câmara Municipal, acabou por ser a revelação da noite, com a eleição de um mandato mas para a Assembleia Municipal, tendo conseguido 200 votos, garantindo, assim, presença na Assembleia Municipal das Velas, facto que deixou António Salgado, candidato à Câmara, muito satisfeito.

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta