Home / Açores / Manutenção das tradições açorianas na diáspora são afirmação da comunidade, afirma Paulo Teves
Manutenção das tradições açorianas na diáspora são afirmação da comunidade, afirma Paulo Teves

Manutenção das tradições açorianas na diáspora são afirmação da comunidade, afirma Paulo Teves

O Diretor Regional das Comunidades afirmou, em Cambridge, no Canadá, que a manutenção das tradições culturais e religiosas dos Açores na Diáspora representa a “afirmação da comunidade emigrada”, mas também uma “ligação atemporal às suas raízes”.

“Se existem diversas organizações e manifestações seculares de origem açoriana bem ativas, facilmente concluímos que, para o Povo Açoriano, as distâncias geográfica e temporal não constituem quaisquer obstáculo à realização dos seus projetos”, frisou Paulo Teves, que falava sábado num encontro com a comunidade açoriana residente em Cambridge.

Para Paulo Teves, essa distância “representa apenas um desafio à nobre missão que cada um assume de transmitir às gerações vindouras o legado cultural herdado dos seus antecessores”.

Na intervenção que proferiu no Clube Português de Cambridge, num encontro integrado nas Festas do Divino Espírito Santo do Império Mariense de Cambridge, o Diretor Regional salientou que este culto, uma das manifestações mais visíveis da identidade açoriana, “prosperou nas sociedades onde se estabeleceram as comunidades açorianas, abrangendo não apenas aqueles que comungam do saudosismo, mas também diversas gerações e etnias”.

“O Povo Açoriano, ao deixar o seu espaço insular, levou timbrado na bagagem emocional as suas crenças e os seus rituais para as replicar nas novas sociedades, encurtando, deste modo, a distância que o separa da sua terra”, afirmou Paulo Teves.

Nesse sentido, salientou que esta manifestação genuinamente açoriana, que transpôs a dimensão arquipelágica das ilhas, permanece atualmente bem enraizada em vários países e regiões, “diversificando, deste modo, o património cultural desses espaços”.

“Contribui, assim, para um aprofundamento das relações entre a Diáspora e os Açores, fortalecendo a comunicação entre açorianos, açordescendentes e amigos dos Açores”, referiu Paulo Teves, num encontro que reuniu mais de 500 pessoas.

O Diretor Regional das Comunidades enalteceu o trabalho desenvolvido pelas organizações comunitárias, bem como por todos os açorianos emigrados, “em prol da sua comunidade e das suas ilhas, dignificando o Povo Açoriano e prestigiando a Região Autónoma dos Açores”.

“Nunca será demais relevar o orgulho, o respeito e a admiração que nutrimos pela Diáspora Açoriana, uma vez que esta, através do seu empenho, dedicação, espírito empreendedor e solidário, contribui, de forma segura e eficaz, para a afirmação da Açorianidade”, afirmou.

Ainda no sábado, segundo dia da deslocação ao Canadá, o Diretor Regional das Comunidades esteve presente nos trabalhos do XXIII Encontro de Professores de Português dos Estados Unidos e Canadá, onde reafirmou a premente necessidade de se incluir nos currículos mais aspetos da realidade sociocultural açoriana, por forma a “despertar, desde cedo, na comunidade estudantil a curiosidade pela terra onde mergulham as suas raízes”.

Hoje, último dia desta visita, Paulo Teves estará presente na sessão de encerramento daquele encontro de docentes e participa nas Festas do Divino Espírito Santo do Império Mariense de Cambridge.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top