Home / Açores / Marta Guerreiro destaca integração dos Açores na discussão pública da Estratégia Turismo 2027
Marta Guerreiro destaca integração dos Açores na discussão pública da Estratégia Turismo 2027

Marta Guerreiro destaca integração dos Açores na discussão pública da Estratégia Turismo 2027

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo destacou hoje a importância do Laboratório Estratégico de Turismo, enquanto iniciativa de discussão pública que permitirá recolher contributos da Região para a Estratégia Turismo 2027, com a inclusão dos Açores no debate participativo a nível nacional.

“Iniciativas como este Laboratório são muito importantes no que diz respeito a um planeamento atento às tendências e que envolva todos os agentes – públicos e privados – num debate amplo, com a perspetiva de garantir o futuro do setor turístico num pensamento que se concretiza a partir do presente”, afirmou Marta Guerreiro, que falava, em Ponta Delgada, na abertura do Laboratório Estratégico de Turismo, promovido em coordenação com o Turismo de Portugal.

Marta Guerreiro adiantou que pretende ter concluída em 2017 a revisão do POTRAA – Plano de Ordenamento Turístico da Região Autónoma dos Açores, “em articulação com as entidades públicas de âmbito local, com os parceiros do setor e as áreas transversais ao turismo, como as do ambiente, da agricultura e do mar”.

Para além deste Plano, destacou também o PEMTA – Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores como “um instrumento fundamental para a abordagem que será feita ao setor nos próximos anos, tendo como objetivo a manutenção de políticas ambientais e turísticas conciliatórias com práticas que salvaguardem a identidade” açoriana.

Num balanço do setor em 2016, a titular da pasta do Turismo manifestou satisfação por terem sido atingidas 1,4 milhões de dormidas entre janeiro e outubro, representando um crescimento de 22% face igual período de 2015, e destacou os proveitos totais na hotelaria tradicional, com um crescimento de 31,4% em termos homólogos, correspondendo a 65 milhões de euros até outubro de 2016.

Ainda sobre os dados do setor no ano passado, os residentes em Portugal representaram cerca de 564,3 mil dormidas e os estrangeiros atingiram 843,9 mil dormidas nos Açores, correspondendo a um acréscimo homólogo de 19,6% e 23,1%, respetivamente, com destaque para os EUA e Espanha, com crescimentos na ordem dos 58% e 50%.

À luz de iniciativas como este Laboratório, a Secretária Regional assegurou o empenho em manter “intenso diálogo com todos os agentes do setor”, dando continuidade à política de proximidade iniciada em dezembro nas ilhas do Pico e do Faial.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top