Município da Calheta bem posicionado no ranking do Índice de Transparência Municipal

O Índice de Transparência Municipal é um ranking produzido pela Transparência e Integridade, Associação Cívica que avalia o grau de transparência dos 308 municípios do país através de uma análise de informação que é disponibilizada ao público nos seus websites.

No ano de 2016, o Município da Calheta conseguiu alcançar um Índice de Transparência Municipal de 56.45 pontos, ficando, assim, no lugar 113 do ranking nacional.

Já o Município das Velas, está posicionado no lugar 232 do ranking, com uma pontuação de 37,36 no Índice de Transparência Municipal.

O ITM é composto por 76 indicadores agrupados em sete dimensões, sendo a primeira Informação sobre a Organização, Composição Social e Funcionamento do Município; a segunda, Planos e Relatórios; a terceira dimensão Impostos, Taxas, Tarifas, Preços e Regulamentos; Relação com a Sociedade é a quarta dimensão; quinta dimensão, Contratação Pública; Transparência Económico-Financeira, corresponde à sexta dimensão avaliada; e a sétima dimensão toda em conta neste índice é a Transparência na área do Urbanismo.

Já quanto à Associação Cívica que avaliou o índice de Transparência Municipal, A TIAC – TRANSPARÊNCIA E INTEGRIDADE, ASSOCIAÇÃO CÍVICA, trata-se uma organização não-governamental que tem como missão combater a corrupção. A TIAC, como é designada, é a representante em Portugal da rede global anti-corrupção Transparency International.

Ora, a Câmara Municipal da Calheta emitiu mesmo um comunicado enaltecendo a sua posição no ranking, uma vez que no ano passado, um estudo da Bloom Consulting tnha classificado o Concelho da calheta como o pior do país, algo que não agradou aos calhetenses, nem mesmo à autarquia local.

Desta forma, o Município esclarece que este ano, a posição conquistada, o lugar 113 em 308 municípios do país, no que respeita ao Índice de Transparência Municipal demonstra o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo executivo camarário, no que concerne à seriedade que a autarquia tem vindo a desenvolver.

GI CM Calheta/ TIAC/LA/RL Açores

Fotografia: ©CM Calheta

Deixe uma resposta