Home / Açores / Museu do Pico acolhe 5.º Azores Fringe Festival
Museu do Pico acolhe 5.º Azores Fringe Festival

Museu do Pico acolhe 5.º Azores Fringe Festival

A Direção Regional da Cultura, através do Museu do Pico, acolhe a partir de 27 de maio a quinta edição do Azores Fringe Festival, promovido pela MiratecArts, que envolve mais de 300 artistas em 70 eventos que vão decorrer nas nove ilhas dos Açores.

A 27 de maio, pelas 15h00, o Museu dos Baleeiros recebe mais de duas dezenas de escritores do arquipélago, do continente e do Canadá que participam no III Encontro Pedras Negras.

O programa inclui conversas, palestras e apresentações de livros que permitirão conhecer a ilha do Pico através dos seus escritores e da sua escrita, estando ainda previsto que Elaine Ávila, oriunda do Canadá, aborde a escrita teatral, Lisa Furtado fale das suas obras e experiências através de viagens e Camila Farge apresente o seu livro.

No mês de junho, às terças-feiras, decorrerão diversas iniciativas no Museu dos Baleeiros, incluindo música, dança e teatro, num vasto leque de estilos de performance, desde a Estónia ao Brasil, passando por várias regiões de Portugal.

Na primeira terça-feira, 6 de junho, pelas 21h30, realiza-se um concerto de gaita de foles com Gonçalo Cruz, mais conhecido por ‘GaitaMaker’, acompanhado à flauta por Sofia Cosme.

No dia 13 de junho, também às 21h30, o luso-francês Luís Fernandes apresenta CACO, um concerto/performance de vídeo arte e música experimental, eletroacústica, abstrata, poética, serrana e mutante, onde as imagens em movimento se assumem como partituras musicais.

Uma semana mais tarde, a 20 de junho, pelas 21h00, sobe ao palco a Iuventute Virtutis, de S. Jorge, uma parada de artistas multidisciplinares em performance que apresentam uma curta peça de comédia.

Luna, a palhaça da alentejana Maria Simões, também volta ao Pico com o solo “Foto de Família”, enquanto uma nova coreografia de Sofia Sousa, a estreia de “O”, por André Sousa, e “Mãe D´água”, do PUF Coletivo, apresentam ao público a dança contemporânea.

O programa encerra a 27 de junho, às 21h30, com música oriunda da Eslovénia e do Brasil.

Júlio Uça apresenta “Canta Alagoas”, que inclui músicas dedicadas aos Açores, seguindo-se a estreia em Portugal de Katja Šulc e Neja Tomšič com uma performance experimental baseada em poesia, voz, efeitos loop e projeções visuais.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top