Ultimas
Home / Cultura / Na Mordomia da Ribeira do Belo, em Rosais, a tradição manteve-se com o enfeitar dos Carros de Bois e portas abertas a toda a população
Na Mordomia da Ribeira do Belo, em Rosais, a tradição manteve-se com o enfeitar dos Carros de Bois e portas abertas a toda a população

Na Mordomia da Ribeira do Belo, em Rosais, a tradição manteve-se com o enfeitar dos Carros de Bois e portas abertas a toda a população

Este sábado foi dia de Mordomia na freguesia dos Rosais, com a tradicional ornamentação dos carros de bois e com a massa sovada, o queijo, vinho e tremoço para toda a população.

Em tempos os antigos diziam que a Tradição do enfeitar dos Carros de Bois na freguesia dos Rosais iria acaba por desaparecer.

A verdade é que ainda hoje há um grupo de homens que se juntam e que ajudam os mordomos das festas em honra do Espírito Santo a ornamentar os carros, como contou à reportagem da RL Açores João Sequeira, um apaixonado por estas tradições do Divino Espírito Santo e também Mestre da Ornamentação dos Carros de Bois.

São mais de 50 bandeiras, muita verdura e um número considerável de arcos que ornamentam os carros dos bois, não esquecendo claro a boneca que vai sempre na frente em homenagem à Rainha Santa Isabel.

Em tempos os carros que ainda são puxados por bois da raça Ramo Grande percorriam a freguesia toda com o vinho e os tremoços. Hoje em dia as coisas são um pouco diferente mas a simbologia mantém-se.

Este ano, em Rosais, a Mordomia do Caminho de Baixo chegou à Ribeira do Belo. Como é tradição foram nomeados os 10 mordomos, mas este ano apenas cinco aceitaram. Cabe a estas famílias durante o dia de sábado servir a toda a população que passe por Rosais servir a tradicional massa sovada, o queijo, o vinho e os tremoços.

Uma Mordomia com bastante gente jovem que quer fazer perdurar no tempo a tradição.

Ao longo de todo o dia de sábado quem por Rosais passou foi mandado parar para entrar na Mordomia da Ribeira do belo e poder disfrutar da tradição que apesar de algumas modificações fruto da evolução dos tempos pode dizer que ainda é o que era.

No próximo fim-de-semana, da Santíssima Trindade, estas práticas repetem-se mas desta feita na Mordomia da Ponta.

 

 

 

 

 

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografia: ©Mark Marques|Info-Fajãs

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top