Navio de combustível atracou, esta quarta-feira, no Porto das Velas com a ajuda do rebocador da Marinha devido a avaria

O navio de transporte de combustível que está a substituir o Chem Daisy teve de ser auxiliado por um rebocador para conseguir atracar no porto das Velas esta quarta-feira.

A Transinsular, empresa responsável, esclareceu à estação pública regional, que o recurso ao rebocador foi necessário devido a uma avaria num dos dois geradores do navio.

A agitação marítima e o forte vento que se fazia sentir levaram o Capitão do Porto da Horta a determinar a necessidade do auxilio do rebocador, de modo a garantir a segurança da manobra de atracagem no porto das Velas.

A Transinsular garantiu ainda que o problema no gerador não condiciona a atividade normal do navio, adiantando que na próxima escala em São Miguel a avaria será reparada.

RTP A/RL Açores

Deixe uma resposta