Home / Destaque / Nova Escola da Calheta foi inaugurada esta sexta-feira
Nova Escola da Calheta foi inaugurada esta sexta-feira

Nova Escola da Calheta foi inaugurada esta sexta-feira

O Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou esta sexta-feira, na Calheta, em S. Jorge, que o Governo dos Açores está prestes a “encerrar um ciclo de grandes investimentos”, o qual alterará o “figurino” das construções escolares no arquipélago.

Avelino Meneses, que falava na cerimónia de inauguração das novas instalações da Escola Básica e Secundária da Calheta, referiu que, desde meados de 2014, já foram realizados investimentos superiores a 106 milhões de euros na construção e requalificação de escolas básicas integradas e secundárias.

Para além da escola da Calheta, está concluída e aguardar por inauguração a Escola Básica Integrada Canto da Maia, em Ponta Delgada, e regista-se a prossecução das obras nas Capelas, o lançamento do concurso para a empreitada da escola de Rabo de Peixe, depois o da escola dos Arrifes e o início das diligências tendentes à reabilitação da Escola Básica Integrada da Lagoa, em S. Miguel, referiu o Secretário Regional.

Para o titular da pasta da Educação, este volume de obras “diz bem” do empenhamento do Governo dos Açores no desenvolvimento do sistema educativo regional.

Apesar destas obras, o Governo dos Açores continua a investir na recuperação de estabelecimentos escolares, o que decorre nesta altura em muitas das unidades orgânicas, no sentido de “conferir melhores condições” aos docentes, técnicos e alunos, adiantou.

Avelino Meneses realçou ainda o esforço realizado no sentido de dotar as escolas com os meios humanos e de equipamentos necessários à prossecução do grande objetivo do ProSucesso – Açores pela Educação, plano integrado de promoção do sucesso escolar, que se encontra no seu quarto ano de implementação e cujos resultados “são encorajadores”.

A nova escola, que representou um investimento de cerca de 18 milhões de euros,  tem capacidade para 550 alunos, 75 dos quais do pré-escolar, 125 do 1.º ciclo, 250 do 2.º e do 3.º Ciclo e 100 do ensino secundário, devendo receber, dado o decréscimo da população estudantil, alunos de escolas próximas da Vila da Calheta.

O investimento contemplou dois edifícios, o escolar e o gimnodesportivo, e tem uma área de construção superior a 13.000 metros quadrados, dispondo de diversos equipamentos, designadamente laboratórios de ciências da natureza e de informática, salas de música e de educação tecnológica e artística, uma biblioteca/mediateca e um auditório com mais de 150 lugares, além de espaços sociais e de convívio, cozinha e refeitório.

 

 

 

 

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top