“Novas Obrigações de Serviço Publico de Transporte Aéreo” apresentadas em São Jorge (c/áudio)

Esta segunda-feira decorreu em São Jorge, na Sociedade Recreio Terreirense, uma sessão de esclarecimento pública sobre as Novas Obrigações de Serviço Público de Transporte Aéreo entre os Açores e o Continente.

A sessão de esclarecimento ficou a cargo do Secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, que deu a conhecer pormenorizadamente o novo modelo, respondendo ainda a questões do público, tendo também a sessão pública de esclarecimentos contado com André Rodrigues, deputado socialista eleito por São Jorge, e João Paulo Oliveira, Presidente do Núcleo Empresarial da Ilha, como oradores principais.

 
André Rodrigues destacou que o objetivo fundamental desta revisão das Obrigações de Serviço Público foi conseguido, objetivo esse que passa pela redução das tarifas aéreas entre qualquer ilha dos açores e o continente.

 
“Tínhamos um grande objetivo que foi conseguido, que era haver um teto máximo para residentes e para estudantes e isso faz com que haja a garantia que qualquer jorgense, mas também qualquer corvino ou mariense se desloque a Portugal Continental a um valor fixo máximo de 134 euros e no caso dos estudantes 99 euros”, explicou o parlamentar.

 
Sendo assim, André Rodrigues reforçou que “São Jorge como parte da Região Autónoma dos Açores também tem acesso a este teto máximo e achamos que é muito significativo”.

 
O deputado socialista destacou ainda que este modelo, que entrou em vigor no passado domingo, trará uma “revolução nas acessibilidades, não apenas para a ilha de São Miguel, mas para todas as ilhas dos Açores passando naturalmente por São Jorge”.

 
Para André Rodrigues as novas obrigações de serviço público marcam um tempo de viragem importante. “Este é um tempo de esperança, de trabalho, mas também é tempo de confiança na capacidade dos Açorianos para ultrapassar mais este desafio. As novas OSP’s são um ponto de partida e mais um instrumento que nós temos para aumentar o nosso desenvolvimento económico e social, valorizando toda a região e reforçando a coesão territorial entre todas as ilhas dos Açores”, frisou André Rodrigues.

 
Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta